Rodoviária de Brasília é parcialmente interditada pela Defesa Civil

Não foi divulgada previsão de normalização na rodoviária. Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

Quatro linhas de ônibus tiveram o embarque e desembarque alterado

JESSICA MARQUES

A Rodoviária do Plano Piloto, no centro de Brasília, foi parcialmente interditada no fim da tarde desta quarta-feira, 10 de outubro de 2018, pela Defesa Civil. Segundo informações da empresa de Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), quatro linhas de ônibus tiveram o embarque e desembarque alterado.

A Defesa Civil do Distrito Federal informou que uma empresa de telefonia rompeu cabos de sustentação de um pilar, que fica entre o teto e o forro da rodoviária. O incidente teria ocorrido no momento em que a companhia instalava antenas de Wi-Fi no local.

A interdição ocorreu por risco de desabamento e compreendeu 2,4 mil metros quadrados, divididos entre as plataformas superior e inferior.

Segundo informações publicadas pelo G1, a interdição atingiu o conjunto de escadas mais próximo à Esplanada dos Ministérios e às catracas que dão acesso ao BRT.

O DFTrans não informou uma previsão para normalização da circulação, mas publicou alternativas para quem precisa utilizar os ônibus.

“Os passageiros das linhas 620.1 e 0.620, que vão para Planaltina, passam a embarcar no Eixinho L, ao lado da plataforma superior. Já os usuários que utilizam as linhas 2302 (Gama) e 2202 (Santa Maria), que são paradoras do BRT, podem embarcar no Eixinho W, entre o Conjunto Nacional e o Conic. Os passageiros que utilizam a Plataforma B, onde operam as demais linhas do BRT, continuam embarcando na mesma plataforma”, informou o DFTrans, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 Trackback / Pingback

  1. Novacap descarta risco de desabamento em rodoviária de Brasília, que terá trecho interditado por cinco dias – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: