Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo recebe campanha contra hepatite

O governador Geraldo Alckmin entregou 8 novos trens da linha 5- Lilás e do sistema CBTC na estação Capão Redondo. Foto: Mastrangelo Reino/A2IMG

Passageiros da Estação Santo Amaro podem fazer testes de detecção da doença até 10 de outubro

JESSICA MARQUES

A Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo recebe campanha contra hepatite nesta semana. Os passageiros da Estação Santo Amaro podem fazer testes de detecção da doença até 10 de outubro, diariamente das 10h às 16h. No período, também estão sendo divulgadas informações para prevenção.

A ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô e da Linha 17-Ouro de monotrilho de São Paulo, informou que a ação é realizada em parceria com a Associação Brasileira de Portadores de Hepatites (ABPH).

O atendimento aos passageiros consiste na realização de testes rápidos e gratuitos, além de levar informações sobre prevenção e cuidados. Segundo a ViaMobilidade, o exame na estação é realizado por meio de picada no dedo para retirada de uma gota de sangue, com diagnóstico instantâneo.

A ação é parte do Projeto Mundial Hepatite Zero, realizado com apoio do Rotary Club, que tem como objetivo identificar os portadores do vírus, oferecer tratamento e dar suporte clínico e psicológico.

A hepatite atinge hoje no Brasil cerca de 3 milhões de infectados com os vírus B e C, número de indivíduos suficiente para encher 50 estádios do Maracanã, de acordo com a ABPH.

No mundo, há meio bilhão de pessoas que carregam os vírus das hepatites B e C, e apenas 5% dos casos estão diagnosticados. “A hepatite C mata duas vezes mais do que a AIDS. Somente nos EUA, em 2015, a hepatite C matou mais do que todas as doenças infecciosas juntas. Mas, se descoberta e tratada a tempo, ela tem cura”, disse o dr. Rogério Alves, especialista da ABPH, em nota enviada pela ViaMobilidade.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: