Metrô apresenta atrações culturais para o mês de outubro

São Paulo 08.12.2011 Governador Geraldo Alckmin durante entrega de trem modernizado para a Linha Azul do Metro onde fez a viagem entre as estações Paraiso e Sé , concedeu entrevista coletiva, fez fotos com populares e tomou café numa lanchonete da Pça FOTO JOSÉ LUIS DA CONCEIÇÃO

Mostras fotográficas, exposições de artes sacras e apresentações musicais estão no roteiro

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo divulgou nesta semana a programação cultural para o mês de outubro. Serão apresentadas mostras fotográficas, exposições de artes sacras e apresentações musicais.

As atrações fazem parte da Linha da Cultura, projeto que leva arte e entretenimento aos usuários do sistema metroviário.

Confira a programação divulgada pelo Metrô:

A exposição fotográfica “Viajando por São Paulo com Adoniran Barbosa” continua em cartaz na Estação São Bento (Linha 1-Azul). O projeto reúne imagens do acervo original do cantor e compositor em pontos conhecidos do centro da capital paulista. No dia 10/10, a Estação Santana (Linha 1-Azul) abriga a segunda parte da exposição, com registros do artista pela Zona Norte da cidade, como na extinta estação ferroviária do bairro do Jaçanã, eternizada pela famosa canção “Trem das Onze”, de 1964.

Durante todo o mês, a Vitrine Cultural da Estação São Bento, localizada na plataforma sentido Jabaquara, abriga uma réplica do capacete utilizado por Ayrton Senna na temporada de Fórmula 1 de 1993. A peça faz parte da exposição “O Legado de um Ídolo”, que também chega à Estação Clínicas (Linha 2-Verde) no dia 10/10. Serão apresentadas imagens e informações de atividades educacionais com crianças e adolescentes por todo o país, realizadas pelo Instituto Ayrton Senna.

A Vitrine Cultural da Estação Marechal Deodoro (Linha 3-Vermelha), localizada na plataforma sentido Palmeiras-Barra Funda, hospeda mais um figurino de ópera do Theatro São Pedro. Ao longo do mês os usuários do Metrô poderão apreciar os detalhes da roupa estilizada por Fabio Namatame para a ópera Alcina, de Georg Friedrich Händel.

Situada no mezanino da Estação Tiradentes (Linha 1-Azul), a Sala do Museu de Arte Sacra recebe no dia 6/10 a exposição “Maria, Mãe”, que apresenta 20 esculturas em gesso, além de técnicas mistas como colagem, desenho e pintura, inspiradas na imagem de Nossa Senhora. Feitas pela artista plástica Bel Miller, as obras carregam referências do universo feminino.

Em comemoração ao centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, a Casa de Portugal realiza a mostra fotográfica “Reflexos de Fátima”, que desembarca na Estação República (Linha 3-Vermelha) no dia 10/10. Com curadoria do Padre Fábio de Melo e registros do fotógrafo moçambicano António Marto, o projeto reúne cenas captadas no Santuário de Fátima, um dos principais destinos religiosos do mundo, que recebe cerca de seis milhões de visitantes por ano.

Ainda na Estação República, a exposição “Caminho da Fé” entra em cartaz no dia 10, e apresenta registros feitos pelos fotógrafos Vera de Souza e Erasmo Ballot durante a tradicional peregrinação ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. O percurso, inspirado no Caminho de Santiago, liga Águas da Prata ao Santuário através de mais de trezentos quilômetros pela Serra da Mantiqueira e Mata Atlântica.

A Estação Clínicas passa a exibir no dia 10/10 a exposição “Um mês pela vida”, que reúne 20 fotografias em campanha pela luta contra o câncer de mama. Produzido por Thiago Gimenes, o projeto tem como protagonistas mulheres em diversos pontos da cidade de São Paulo, sempre iluminados pela cor rosa.

No dia 23 de outubro, a partir do meio-dia, a Estação Sé recebe o Kleztival. A 9ª edição do Festival Internacional de Música Judaica tem como objetivo preservar e divulgar ritmos tradicionais e contribuir para a integração de artistas nacionais e estrangeiros.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: