São Bento do Sul (SC) adia licitação do transporte coletivo

Foto: Gill Fleischmann (Ônibus Brasil)

Prefeitura não conseguiu elaborar plano de outorga

ALEXANDRE PELEGI

Os moradores de São Bento do Sul, cidade do interior de Santa Catarina com mais de 80 mil habitantes, terão que esperar mais um ano para saber quem será a nova empresa que vai operar do transporte coletivo no município.

Após emitir decreto em julho deste ano dando prazo de 45 dias para promover a licitação dos serviços de ônibus urbanos, a prefeitura prorrogou o processo para outubro de 2019.

No dia 31 de outubro de 2017 o prefeito Magno Bollmann publicou um decreto nomeando a comissão de acompanhamento e fiscalização do processo licitatório. A missão da comissão era elaborar o Plano de Outorga, documento base para o edital da licitação que deveria ser lançado este ano.

Segundo o jornal local A Gazeta, o secretário municipal de Planejamento, Luiz Cláudio Schuves, informou que o plano de outorga não foi concluído devido à coleta de dados, prejudicada por eventos como a Copa do Mundo, a greve dos caminhoneiros e até mesmo as férias escolares que modificaram a rotina de operação da empresa e do trânsito local.

Com o adiamento, a nova data fica sendo 6 de outubro de 2019.

Enquanto isso, a cidade continua sendo atendida em caráter emergencial pela Coletivos Rainha, que assumiu a concessão do transporte local em 1996 com 20 anos de prazo, portanto já encerrado.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta