Rodoviários do Espírito Santo temem demissão de 5 mil cobradores

Transporte público não foi afetado por manifestação. Foto: Divulgação.

Chegada de veículos com bilhetagem eletrônica causou instabilidade e resultou em manifestação, segundo o sindicato da categoria

JESSICA MARQUES

Os rodoviários do sistema Transcol, em Vitória, no Espírito Santo, temem a demissão de 5 mil cobradores. A chegada de veículos com bilhetagem eletrônica causou instabilidade e resultou em uma manifestação nesta quarta-feira, 26 de setembro de 2018, segundo o sindicato da categoria.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) informou que os motoristas também temem acúmulo de função, caso os cobradores sejam demitidos.

O GV Bus (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória), por sua vez, informou que o sistema de bilhetagem eletrônica funciona desde 2007 e que os novos validadores têm como objetivo “otimizar o sistema”.

Em nota, a assessoria de imprensa também informou que o cobrador é essencial para o sistema e que a substituição dos aparelhos está sendo feita pelas empresas porque os dispositivos atuais estão ultrapassados.

Ainda assim, manifestantes se reuniram na avenida Vitória, onde fica o sindicato, e seguiram até o centro da capital.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta