Cartão pré-pago multifuncional é lançado para transporte público de Brasília

Cartão multifuncional já pode ser solicitado nesta semana. Foto: Divulgação.

Bilhete pode ser utilizado para compras, saques e pagamento da passagem de ônibus

JESSICA MARQUES

Um cartão pré-pago multifuncional foi lançado para o transporte público de Brasília na manhã desta quarta-feira, 19 de setembro de 2018. Com o mesmo bilhete, é possível fazer compras, saques e pagar a passagem de ônibus.

Após o lançamento oficial no Brasil, realizado em abril pela Mastercard, Brasília foi a primeira a adotar o cartão para o transporte público. A partir desta semana, já é possível solicitar o Cartão + Cidadão no site da BRBCard.

A empresa de transporte coletivo Urbi será a primeira da cidade a aceitar o Cartão + Cidadão como forma de pagamento. Conforme informações da empresa, até outubro, 65 ônibus da frota estarão adaptados para os pagamentos por aproximação.

“Com isso, o pagamento da passagem poderá ser realizado por meio de qualquer cartão com tecnologia sem contato, carteiras digitais de smartphones e wearables”, informou a empresa, em nota.

da2e4667-02d2-40db-be0e-fa0d1de07069

O cartão também é habilitado para pagamentos por aproximação. Foto: Divulgação.

O Cartão + Cidadão é uma iniciativa da BRBCard com a Mastercard. Além das funções de pagamento e saque, o cartão também é habilitado para pagamentos por aproximação.

Os principais objetivos desse projeto são promover a inclusão financeira (por meio do acesso e o uso de serviços financeiros formais) melhorar a mobilidade urbana, e, principalmente, facilitar a vida do consumidor”, informou a BRBCard, em nota.

A tecnologia do validador dos ônibus é fornecida pela Transdata, empresa que fornece soluções tecnológicas para mobilidade urbana.

“A Transdata está muito honrada em fornecer tecnologia e serviços para um projeto de mobilidade urbana tão importante e inovador quanto esse, tal qual ocorre nos sistemas de transporte mais avançados do mundo, como Londres, Madrid e Singapura. Esta iniciativa facilita ainda mais a locomoção dos passageiros do sistema, não só dos moradores do Distrito Federal, mas também de passageiros eventuais e turistas que visitam a Capital Federal”, diz Paulo Roberto Tavares, presidente da Transdata.

PAGAMENTOS EM DINHEIRO

Um levantamento realizado pela Mastercard estima que aproximadamente 30% dos pagamentos no transporte público no Brasil são feitos em dinheiro. Segundo a BRBCard, isso gera custos operacionais e logísticos para o operador, além dos problemas com falta de troco e de segurança.

“Com o objetivo de desenvolver soluções para tornar as cidades cada vez mais inteligentes, a empresa trabalhou junto aos seus parceiros para viabilizar a aceitação do ‘Cartão Cidadão’ no transporte público de Brasília”.

Segundo Fernanda Caraballo, a Mastercard acredita que os pagamentos eletrônicos podem contribuir para um mundo com mais oportunidades para todos e trabalha para criar condições em que o dinheiro físico não seja mais necessário.

“Além de viabilizar a inclusão financeira, o cartão cidadão contribui para que cidades sejam mais conectadas, seguras e eficientes. Por meio de parcerias, desenvolvemos projetos que promovem eficiência, transparência e redução de custos, oferecendo conveniência e satisfação para os usuários e melhorando a mobilidade das grandes cidades”, disse Fernanda.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta