Lei dispensa uso da catraca para gestantes e obesos em Umuarama (PR)

Pagamento da passagem continua obrigatório para os passageiros

JESSICA MARQUES

Uma lei sancionada pelo prefeito Celso Pozzobom dispensa o uso da catraca para gestantes e obesos em Umuarama, no Paraná. O pagamento da passagem, entretanto, continua obrigatório para os passageiros.

Com a legislação, os passageiros podem escolher se embarcam pela porta dianteira e desembarcam pelo mesmo local ou se sobem no ônibus pela porta de trás. Nos dois casos, é preciso pagar a passagem.

A legislação prevê que a empresa responsável pelo transporte coletivo deve colocar placas de sinalização para orientar os passageiros sobre as novas regras. Um número também deve ser colocado para o esclarecimento de dúvidas.

A orientação da Prefeitura é que gestantes e pessoas obesas informem o motorista ou o cobrador de que não desejam utilizar a catraca para embarcar no ônibus. Os profissionais devem respeitar as condições e cobrar a tarifa normalmente.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta