Goiânia terá seis novas linhas de ônibus

A primeira linha é a 933, que liga a região Noroeste ao Campus Samambaia da UFG. Foto: Divulgação.

Primeiro itinerário começa a funcionar nesta terça-feira

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Goiânia anunciou nesta terça-feira, 4 de setembro de 2018, que a cidade terá seis novas linhas de ônibus. O primeiro itinerário foi lançado hoje e já começa a operar no município.

A primeira linha é a 933, que liga a região Noroeste ao Campus Samambaia da UFG (Universidade Federal de Goiás). A previsão informada pela Prefeitura é de que até 31 de outubro todas as linhas estejam em funcionamento.

Segundo informações da administração municipal, as seis novas linhas vão representar 11,5 mil quilômetros rodados, diariamente, e 44 mil novos lugares.

A segunda linha a ser lançada será a 931, em 12 de setembro. Saindo do Terminal Praça da Bíblia, os coletivos vão passar pelos setores Jardim Guanabara, Vale dos Sonhos e Jaó.

Confira o itinerário completo da linha lançada nesta terça-feira:

933 – Terminal Padre Pelágio/Recanto do Bosque/Campus UFG

Chegar de ônibus ao Campus da UFG no setor Itatiaia sempre foi um desafio para quem mora em determinadas regiões de Goiânia. Para os estudantes do Campus Samambaia, a nova linha possibilitará mais um importante acesso direto ao campus. Quem antes precisava sair do Terminal Padre Pelágio, ir até o Terminal Praça A, para depois fazer uma conexão para o Campus da UFG, economizará cerca de 25 minutos por viagem.

A ligação entre o Terminal Padre Pelágio e o Campus da UFG vai passar por setores importantes como o Nova Esperança, Finsocial, Morada Nova, Terminal Recanto do Bosque e Balneário Meia Ponte.

Previsão para novas linhas

A Prefeitura de Goiânia divulgou também nesta terça-feira a lista de novas linhas que serão lançadas no município até 31 de outubro. Confira:

A cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás, também recebe seis novas linhas de ônibus neste ano.

Relembre: Aparecida de Goiânia recebe nova linha de ônibus

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta