Construção do sistema BHS da Transoceânica tem início em Niterói

Segundo informações da Prefeitura, com obras em execução, previsão das operações é para novembro

JESSICA MARQUES

A construção do sistema BHS (Bus High Service) da Transoceânica já teve início em Niterói, no Rio de Janeiro. Segundo informações da Prefeitura, com as obras em execução, a previsão para o começo das operações continua para novembro deste ano.

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte, a construtora Pimentel & Ventura venceu a licitação para construir as 11 estações de embarque e desembarque que ainda não foram implantadas no sistema BHS.

Relembre: Prefeitura de Niterói divulga empresas que farão as 11 estações restantes do Corredor BHS Transoceânica

O certame foi finalizado em 1º de agosto. Neste mês de setembro, de acordo com informações da Agência O Globo, as obras já estão sendo executadas.

De acordo com a Prefeitura, o corredor do tipo BHS liga o bairro do Engenho do Mato, na Região Oceânica, ao de Charitas, na Zona Sul, e por ele circularão ônibus elétricos.

“Os terminais do corredor BHS de Niterói terão piso na altura do passeio público, com bicicletário, câmeras de segurança, sistema de sonorização (o que garante comunicação do centro de controle com os passageiros), painéis com tempo de chegada dos ônibus na estação, e um telão onde os usuários poderão acompanhar a localização dos ônibus no mapa”, informou a Prefeitura, em nota.

A Prefeitura informou também que o corredor terá uma nova frota de 100 ônibus. Destes, 40 elétricos serão adquiridos pela prefeitura, cedidos por tempo determinado ao consórcio que atua na Região Oceânica (TransOceânico).

“Todos os veículos seguem o conceito BHS, com piso baixo e porta dos dois lados. Nesse sistema os ônibus têm ar-condicionado, portas dos dois lados e circulam em faixas exclusivas. As estações ficarão localizadas em um intervalo médio de 400 metros, para que a população precise caminhar no máximo 200 metros entre uma unidade e outra”.

O corredor terá cinco linhas saindo de diversos bairros da Região Oceânica. O valor da tarifa não sofrerá alteração, mantendo-se no valor atual de R$ 3,90.

Confira os locais das estações do BHS:

1ª) Engenho do Mato (já pronta)
2ª) perto do Rio João Mendes
3ª) rótula da Avenida Central
4ª) em frente ao Mercado Maravista
5ª) próximo Rua São Marcio
6ª) antes da subestação da Enel e depois da Rua das Andorinhas
7ª) próximo Avenida Santo Antonio
8ª) depois do Multicenter, ao lado do hospital
9ª) antigo hospital Amil
10ª) próximo ao DPO do Cafubá
11ª) rótula Cafubá na Fazendinha
12ª) Fazendinha, perto da AABB
13ª) Charitas (já pronta).

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta