Mais de mil cartões de gratuidade são bloqueados na primeira quinzena de agosto em Mato Grosso

Biometria facial identificou irregularidades em Cuiabá e Várzea Grande

JESSICA MARQUES

Aproximadamente 1,2 mil cartões de gratuidade do transporte público foram cancelados por uso indevido no Mato Grosso na primeira quinzena de agosto.

As irregularidades foram constatadas em Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana, segundo informações da AMTU (Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos).

A associação informou que o sistema de biometria facial foi implantado em mais de 60% da frota de ônibus das cidades. Assim, todos os passageiros que utilizam cartão para obter o passe livre são fotografados pelo sistema, que compara com as imagens arquivadas em um banco de dados.

Quando a biometria facial constata uma fraude, o cartão é bloqueado automaticamente, segundo a AMTU.

Até 15 de agosto, foram identificados 847 cartões de passe livre com uso indevido em Cuiabá e 336 em Várzea Grande.

Além disso, 36 cartões da melhor idade e 42 passes de pessoas com deficiência também foram cancelados por não estarem sendo utilizados pelos beneficiários.

Em julho, por sua vez, o sistema identificou 1.379 mil cartões utilizados de forma indevida. Na primeira quinzena de agosto, o número já chegou bem próximo do mês anterior.

A AMTU informou ainda que em até 90 dias toda a frota de ônibus municipais de ambas as cidades estarão equipadas com biometria facial.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: