Regulamentação de transporte por aplicativos é rejeitada pela Câmara de Ribeirão Preto

Parlamentares afirmaram que projeto tinha falhas que deveriam ser corrigidas pelo Executivo

JESSICA MARQUES

A regulamentação do transporte individual por aplicativos foi rejeitada pela Câmara de Vereadores de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Como justificativa, os parlamentares afirmaram que o projeto tinha falhas que deveriam ser corrigidas pelo Executivo.

Segundo informações do repórter Cristiano Pavini, do portal A Cidade ON, o projeto da Prefeitura previa a proibição do uso de veículos alugados e exigia placa de Ribeirão Preto. Além disso, também havia cobrança de taxa de operação das empresas e o repasse de 1% da arrecadação mensal.

Enquanto os motoristas de aplicativo reclamaram das restrições do projeto, taxistas afirmam que, sem regulamentação, há concorrência desleal.

À reportagem, a Prefeitura informou que esclareceria a proposta após a votação no Legislativo. O projeto foi enviado pelo Executivo em 2 de agosto. Agora, a Prefeitura deve elaborar nova proposta.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: