Empresa Ouro Negro começa a operar linhas municipais de São João da Barra (RJ)

Ônibus começam a rodar a partir desta terça-feira, 14 de agosto de 2018

JESSICA MARQUES

A empresa Ouro Negro começa a operar linhas municipais de São João da Barra, no Rio de Janeiro, a partir desta terça-feira, 14 de agosto de 2018. Os ônibus do chamado Expresso Sanjoanense vão funcionar em fase experimental até dia 28.

Após o fim da fase de testes, a tarifa implantada terá o valor único de R$ 2. Os ônibus já foram adesivados com o nome Expresso Sanjoanense e a empresa já está em São João da Barra, com garagem adaptada e profissionais contratados.

Segundo informações da Prefeitura, a frota é composta por 9 ônibus, sendo 7 operando e 2 reservas, personalizados com o nome Expresso Sanjoanense e com fotos de alguns prédios históricos.

Os coletivos, em parte zero quilômetro, possuem acessibilidade com elevador e três câmeras para registrar as viagens, sendo monitoradas pela Secretaria de Transportes e Trânsito, conforme informado pela Prefeitura.

“Um sistema de GPS será implantado nos coletivos para que o passageiro possa saber a localização exata e então se dirigir ao ponto de ônibus no tempo devido”, informou o secretário de Transportes e Trânsito, Victor Aquino.

Além da Ouro Negro, concorreram à licitação do transporte público municipal a LUK empreendimentos e AYX empreendimentos. A definição da empresa foi feita em 15 de junho deste ano, quando foi finalizado o certame.

O transporte contará com as seguintes linhas:

Linha 1 – Circular (Orla) – Centro /Atafona/Grussaí /Bairro Nossa Senhora Aparecida;

Linha 2 – Direto (Br-356) – Centro/Barcelos/Roças Velhas;

Linha 3 – Centro/Barcelos – via Praias e Bairro Nossa Senhora Aparecida;

Linha 4-A – (RJ-240) Centro/Açu;

Linha 4-B  – (RJ-240) Açu/Centro;

Linha 5 – Centro/Açu – via Pipeiras;

Linha 6-A – Circular – Quixaba/Mato Escuto – Via Açu;

Linha 6-B – Circular – Mato Escuro – via Caetá.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta