Número de assaltos em ônibus do Rio de Janeiro sobe 29% no primeiro semestre

BRT também é alvo de criminosos e violência no Rio.

Segundo o Instituto de Segurança Pública do estado, casos passaram de 700 para 900 na Região Metropolitana

JESSICA MARQUES

O número de assaltos em ônibus na Região Metropolitana do Rio de Janeiro subiu 29%. Segundo o Instituto de Segurança Pública, os casos passaram de 700 para 900, considerando o primeiro semestre deste ano com o mesmo período de 2017.

As linhas com mais casos de violência atendem São Gonçalo, Niterói e Maricá, na Região Metropolitana. Em média, são cinco assaltos por dia, com base nos casos registrados no primeiro semestre.

Um balanço feito pelo Sindicato das Empresas da Região Metropolitana do Rio, por sua vez, aponta um aumento de 40% no número de assaltos em duas rodovias que cortam a região, a RJ-104 e a RJ-106.

No Rio de Janeiro, a violência é um tema preocupante no transporte público. Nesta semana, a Linha 17 do BRT teve a circulação noturna interrompida por motivos de segurança e um ônibus da linha 840, em Santa Cruz, na Zona Oeste, foi atingido por um tiro.

Relembre: Violência afeta transporte público do Rio de Janeiro novamente

Dados do Instituto de Segurança Pública – ISP mostram um aumento no número de ocorrências criminosas que afetaram o transporte coletivo no estado do Rio de Janeiro.

Relembre: Violência crescente afeta usuários do transporte público do Rio de Janeiro

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: