Banco Mercedes-Benz tem aumento de novos negócios no primeiro semestre

Ônibus teve crescimento de 180% em novos negócios, tendo o maior volume registrado em seis meses desde 2012. Foto: Divulgação.

Ônibus teve crescimento de 180%, com o maior volume registrado em seis meses, desde 2012

JESSICA MARQUES

O banco Mercedes-Benz registrou um aumento de novos negócios no primeiro semestre deste ano. O crescimento foi de 54,6%, passando de R$ 1,1 bilhão para R$ 1,7 bilhão nos primeiros seis meses deste ano, impulsionado pelo desempenho em ônibus e caminhões.

Além disso, no mesmo período, o saldo da carteira do banco Mercedes-Benz também apresentou alta em junho, atingindo R$ 8,2 bilhões, o que representa um aumento de 5,1% se comparado ao mesmo período de 2017.

“Com o mercado reagindo e foco total ao cliente, estamos em um ritmo de crescimento constante que se iniciou com o incremento de 20% nos negócios em 2017 e, agora, com os 54,6% obtidos no primeiro semestre de 2018. Nossa intenção é apoiar as vendas da fábrica e concessionárias, garantindo sempre as melhores condições para os clientes”, disse o diretor comercial do Banco Mercedes-Benz, Diego Marin.

Segundo informações da Mercedes, o ônibus teve crescimento de 180% em novos negócios, tendo o maior volume registrado em seis meses desde 2012. Com isso, os veículos são o grande destaque. Ao todo, foram R$ 647 milhões negociados no primeiro semestre.

Em caminhões, por sua vez, foram registrados R$ 632 milhões no período, volume 33,6% superior ao registrado entre janeiro e junho de 2017, quando o total foi de R$ 473 milhões. Em automóveis o volume foi de 175 milhões, 27,7% a mais do que o obtido em 2017.

O Banco Mercedes-Benz informou ainda que o Crédito Direto ao Consumidor superou o Finame (Agência Especial de Financiamento Industrial do BNDES) como a linha de crédito mais procurada.

“Apenas no primeiro semestre a modalidade acumulou R$ 962 milhões, volume 138,7% maior do que apresentado no ano passado, seguido pelo Finame, com R$ 508 milhões no período, e pelo Refrota (Renovação de Frota do Transporte Público Coletivo Urbano), com R$ 150 milhões”, informou o banco Mercedes-Benz, em nota.

A instituição informou que continua investindo em tecnologia para atualizar os procedimentos internos. Um dos objetivos, por exemplo, é agilizar a análise de crédito.

Confira os números do banco Mercedes-Benz
Carteira (em R$):
Novos negócios (em R$):

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: