Prefeitura do Rio de Janeiro estabelece novas regras para transporte complementar

Antes da publicação, não havia prazo estipulado para uso dos veículos. Foto: Divulgação.

Vida útil das vans foi estipulada em até dez anos

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro estabeleceu novas regras para o transporte complementar da cidade. As definições foram publicadas no Diário Oficial desta terça-feira, 7 de agosto de 2018.

Entre as novas regras, está o fato de que a vida útil das vans agora é de até dez anos. Antes da publicação, não havia prazo estipulado.

“O permissionário/concessionário deve disponibilizar aos passageiros veículos em bom estado de conservação e que atendam aos requisitos de higiene e conforto, mantendo-se as características físicas aprovadas para cada um deles”, diz trecho da resolução, publicada pela Secretaria de Transportes do Rio.

Confira a publicação, na íntegra:

resolução.jpg

Segundo informações da Prefeitura o Rio de Janeiro, o STPL (Serviço de Transporte Público Local) atende prioritariamente as ligações intrabairros e interbairros. Neste sistema os veículos devem ter capacidade para transportar de oito a 16 passageiros e são vistoriados anualmente.

Os veículos credenciados possuem os seguintes itens:

  • Layout padronizado. Inclui elementos que identifiquem a região onde irão atuar e seus respectivos turnos de operação;

– Layout da pintura

– Relação das cores das faixas relativas as origens e destinos (Zona Oeste – cor vermelha; Zona Norte – cor verde; Barra e Jacarepaguá – cor azul; Zona Sul – cor amarela)

  • Placa vermelha (caracteriza licença de veículo de aluguel);
  • Selo de vistoria anual;
  • Cartão de identificação do Autorizatário / Auxiliar fixado no para-brisa;
  • Todos os motoristas utilizam uniforme e identificação.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 comentário em Prefeitura do Rio de Janeiro estabelece novas regras para transporte complementar

  1. João Luis Garcia // 7 de agosto de 2018 às 18:54 // Responder

    10 anos de idade máxima para Vans ?
    Que absurdo e isso sem levar em consideração que a Manutenção dos transportes alternativos costumam ser bem inferior as empresas que possuem estrutura para tanto, além do mais eles só fazem as revisões dentro da garantia
    E ainda estamos falando de uma cidade como o Rio de Janeiro aonde ainda existe a maresia

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: