Portaria do Detro permite reserva de passagens de ônibus por idosos do Rio de Janeiro

A norma, contudo, não estipula um prazo para adequação das empresas, Foto: Rafael Gomes

Segundo a norma, empresas de ônibus intermunicipais terão que disponibilizar em seus sites o serviço e as informações das vagas disponíveis

JESSICA MARQUES

Uma portaria do Detro (Departamento de Transportes Rodoviários) publicada nesta quinta-feira, 2 de agosto de 2018, permite a reserva de passagens de ônibus por idosos de 65 anos ou mais, no Rio de Janeiro. O benefício passará a ser válido apenas para viagens inter-regionais, ou seja, entre cidades de regiões diferentes.

Contudo, segundo a norma, as empresas de ônibus intermunicipais terão que disponibilizar em seus sites o serviço e as informações das vagas disponíveis.

As viagens inter-regionais são aquelas em que o trajeto liga municípios de regiões diferentes do estado do Rio, são elas: Metropolitana, Serrana, dos Lagos, Centro-Sul Fluminense, Médio-Paraíba, Noroeste Fluminense e Norte Fluminense.

A norma, contudo, não estipula um prazo para adequação das empresas, apenas informa que, a partir da publicação da portaria nº 1.408 no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, nesta quinta, as empresas passam a ter obrigação de disponibilizar a opção de reserva antecipada.

“A partir de agora, as empresas de ônibus intermunicipais serão obrigadas a disponibilizar em seus sites a opção de reserva antecipada de passagens gratuitas para idosos, observando o limite de duas vagas por viagem. Assim, além de não precisar mais se deslocar aos terminais rodoviários para efetuar a reserva, o idoso poderá conhecer com antecedência as datas disponíveis para viagem gratuita. Conforme a regulamentação, não há restrição de quilometragem para a concessão das duas gratuidades”, informou o Detro, em nota.

O Detro informou, em nota, que o objetivo da norma é “dar maior comodidade e transparência aos passageiros maiores de 65 anos”.

Segundo o departamento, após a reserva da passagem, o idoso deverá retirar o bilhete no guichê, apresentando a documentação que comprova os requisitos para a gratuidade.

Confira o decreto na íntegra:

portaria.jpg

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. RAUNILO DE SALLES GARCIA disse:

    Por que a portaria detro 811/2007 limitou o número de vagas para o passe especial se portarias anteriores não faziam essa distinção?

  2. divalda zanardi soriano disse:

    gostaria de saber como proceder para ter gratuidade de passagem do rio de janeiro para petropolis

Deixe uma resposta