Empresas de ônibus de Manaus devem mais de R$ 13 milhões em IPVA

MANAUS/AM -102/02/2014 ORIENTAÇÃO BRS. FOTO: MANOEL VAZ / SEMCOM

Informações foram divulgadas pela Secretaria da Fazenda e estão relacionadas ao período de 2013 a 2018

JESSICA MARQUES

As empresas de ônibus de Manaus, no Amazonas, devem mais de R$ 13 milhões em IPVA (imposto sobre a propriedade de veículos automotores). As informações foram divulgadas pela Secretaria da Fazenda e estão relacionadas ao período de 2013 a 2018.

O valor exato é de R$ 13,899 milhões, referentes a 3.927 ônibus que operam na cidade. O valor refere-se a R$ 11,225 milhões em dívidas e R$ 1,740 milhão em multa. A Secretaria da Fazenda informou que os outros R$ 933 mil são juros relacionados ao atraso, no período.

Os dados foram apurados pela secretaria por meio de uma lista de Renavans utilizados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas). A lista foi fornecida pela SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos) e divulgada pelo portal Amazonas Atual.

Até 2013, as empresas eram isentas de pagar o IPVA, contudo, o benefício foi retirado nos próximos anos. A Secretaria da Fazenda informou que, em 2017, a isenção voltou a ser aplicada, mas a condição era que as viações quitassem as dívidas.

Em nota ao Amazonas Atual, o Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas) informou que “a isenção durou até o mês de dezembro de 2015, sendo que no ano seguinte o Estado decidiu cortar a isenção, porém a planilha de custos do sistema foi fechada pela SMTU sem a receita para cobrir tal despesa”.

O sindicato informou ainda que o transporte coletivo de Manaus possui 1.252 mil ônibus e que o Sinetram não tem conhecimento sobre dívidas de outros veículos além da frota atual.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta