Oito pessoas são presas suspeitas de incendiar ônibus e prédios em Fortaleza

Após ataques, policiamento foi reforçado. Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

Desde sexta-feira, pelo menos 16 coletivos foram incendiados na capital

JESSICA MARQUES

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará informou, nesta quarta-feira, 1º de agosto de 2018, que já foram efetuadas oito prisões de suspeitos de participar dos ataques contra ônibus e prédios públicos em Fortaleza.

Ao todo, ao menos 16 ônibus foram incendiados na capital. O policiamento foi reforçado em Fortaleza e na Região Metropolitana desde sexta-feira, quando começaram os ataques.

Cinco das prisões foram efetuadas pela Polícia Militar na segunda-feira. De acordo com informações da secretaria, quatro dos presos integram uma organização criminosa que teria mais membros envolvidos nos ataques.

As primeiras prisões foram feitas por suspeita de participação em crimes registrados em Fortaleza, Horizonte e Caucaia. Mesmo após a identificação dos três primeiros suspeitos, os ataques continuaram.

PROVIDÊNCIAS

Após ataques, o secretário de Segurança Pública do Ceará, André Costa, anunciou, no fim deste domingo, 29 de julho de 2018, que a região de Fortaleza terá reforço no policiamento em terminais e ônibus que circulam durante a madrugada.

Segundo Costa, os incêndios e atos de vandalismo contra ônibus e prédios públicos foram uma resposta à morte de três ladrões de banco, conforme apurado pelo departamento de inteligência da Secretaria de Segurança Pública.

Relembre: Após ataques, secretário de Segurança do Ceará anuncia reforço no policiamento em terminais e ônibus

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta