Criminosos ateiam fogo em mais um ônibus em Belo Horizonte

Foto: Divulgação (Corpo de Bombeiros de MG)

Grupo de bandidos invadiu coletivo que parou em ponto na marginal do Anel Rodoviário

ALEXANDRE PELEGI

Já passou da casa de 16 o número de ônibus queimados no sistema de transporte de Belo Horizonte.

Dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH) apontam que este número seria de coletivos queimados só neste ano. Na Grande BH o número alcançaria 19, por dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram).

Desde a noite desta sexta-feira, dia 20 de julho de 2018, estes números continuam a crescer após mais um ônibus ter sido alvo de incêndio criminoso.

Desta vez o ataque ocorreu na marginal do Anel Rodoviário, no Bairro São Francisco, na Pampulha, na altura do Km18 do Anel Rodoviário, sentido Belo Horizonte/Rio de Janeiro.

O ônibus da linha 8350 (Estação São Gabriel/Barreiro), com cerca de 50 passageiros, foi invadido por três bandidos armados e encapuzados quando parou para que passageiros pudessem descer.

Os criminosos ordenaram que os passageiros deixassem o veículo e na sequência atearam fogo. O motorista contou ao jornal Estado de Minas que teriam entregue um bilhete ao cobrador, que repassou aos policiais militares. O teor do bilhete não foi revelado.

Este já o quinto caso de ônibus incendiado na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O Consórcio Operacional do Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus do Município de Belo Horizonte decidiu suspender as linhas da capital, encerrando as atividades às 22h desta sexta-feira.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta