Fiscais removem vans irregulares no Rio de Janeiro

Vans irregulares eram piratas. Foto: Divulgação.

Fiscalização também resultou em veículos lacrados e motoristas de carros de aplicativos multados por trafegar pela faixa exclusiva de ônibus

JESSICA MARQUES

A equipe da Coordenadoria Técnica de Fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro removeu nove vans piratas nesta quarta-feira, 18 de julho de 2018. Seis veículos estavam nos bairros de Del Castilho, Barra e Taquara e outros três foram removidas em Coelho Neto, Freguesia e Magalhães Bastos.

“Durante a ação na Barra, fiscais na Avenida Ministro Ivan Lins, abordaram uma van que trafegava pela via, mas o motorista, que estava sem cinto de segurança, se recusou a parar e fugiu com os passageiros. A equipe acompanhou o veículo pela Estrada da Barra da Tijuca, no Itanhangá, seguiu pela Av. Armando Lombardi, na Barra” – contou a Secretaria de Transportes, em nota.

Na Avenida Érico Veríssimo, por sua vez, o motorista seguiu pela contramão. Quando entrou na Avenida João Carlos, a van precisou parar porque um veículo de morador aguardava a garagem do prédio abrir. Neste momento, os fiscais conseguiram abordar o motorista, também de acordo com a Prefeitura.

Neste caso, o veículo, com capacidade para 17 passageiros, foi removido por ser pirata e o motorista teve a sua carteira de habilitação retida, além de cinco multas aplicadas no valor de aproximadamente R$ 6 mil.

Segundo informações da Prefeitura, os passageiros, ao descobrirem que estavam em uma van pirata, tentaram agredir o motorista, mas foram impedidos por equipes da fiscalização.

Por fim, em Del Castilho, na Avenida Dom Hélder Câmara, agentes removeram quatro vans realizando o transporte irregular de passageiros, e uma outra na Taquara. Outras três que circulavam pelas ruas de Magalhães Bastos, Coelho Neto e Freguesia foram removidas por falta de licenciamento anual e mau estado de conservação.

VANS LACRADAS E MOTORISTAS MULTADOS

Também em Coelho Neto, outras duas vans foram lacradas porque os motoristas não realizaram a vistoria anual do órgão fiscalizador.

Em Santo Cristo, os fiscais flagraram outro tipo de infração. No bairro, 11 carros de aplicativos trafegavam pela faixa exclusiva de ônibus e, por isso, foram autuados.

Para denunciar algum tipo de irregularidade, basta ligar para 1746 e informar data, hora, local e o número de ordem ou placa do veículo, sobre todos os modais de transportes públicos atuantes no município.

Outra ação intensa de fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro resultou em 77 veículos do transporte público lacrados em seis dias na capital. Além disso, foram aplicadas mais de 350 autuações.

Relembre: Fiscalização lacra 77 veículos do transporte público em seis dias no Rio de Janeiro

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Fabrícia disse:

    Por favor preciso q fiscalizem o nome dela é josy ela controla a máfia das vans em Seropédica …. Ela fica em frente a garagem da real rio todos os diad

Deixe uma resposta