No primeiro semestre, 15 ônibus já foram incendiados em Belo Horizonte

Na Grande BH, foram 19 incêndios neste ano. Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros.

Nos últimos três dias, quatro veículos do transporte público foram queimados

JESSICA MARQUES

Ainda continua a onda de criminalidade contra veículos do transporte público em Belo Horizonte, Minas Gerais. Segundo o Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte), 15 ônibus foram incendiados no primeiro semestre deste ano.

Nos últimos três dias, foram quatro ataques registrados. O último ocorreu na segunda-feira, 16 de julho de 2018, no Bairro Céu Azul, região de Venda Nova. Na ocasião, dois homens incendiaram um veículo que operava na linha 615 (Estação Pampulha / Céu Azul).

No mesmo dia, duas carretas carregadas com minério também foram incendiadas em Betim, durante a madrugada. Nos dois casos, ninguém ficou ferido e os suspeitos não foram identificados.

Por conta do último ataque ao ônibus da linha 615, a Setra-BH informou que a Estação Pampulha foi imediatamente fechada e os serviços ficaram paralisados das 23h às 5h.

A justificativa do sindicato para a medida é que os empresários não podem arcar com o prejuízo, que chega a aproximadamente R$ 400 mil por ônibus.

Na região da Grande BH, por sua vez, foram 19 ônibus queimados desde o início do ano, de acordo com o Sintram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano).

Nos últimos dias, foram incendiados ônibus que atuavam nas linhas 5805R (São Damião/Vespasiano) e 5610 (Morro Alto/Terminal Morro Alto), em Vespasiano, e 7770 (Capelinha/Cidade Industrial), em Betim, segundo informações do portal Estado de Minas.

Desde o início do ano, o Diário do Transporte acompanha casos de incêndio a ônibus em Belo Horizonte.

Relembre: Circulação de ônibus será interrompida em Belo Horizonte, caso outro coletivo seja incendiado

Relembre: Em menos de 24 horas, pelo menos 18 ônibus são incendiados em Minas Gerais

Leia também: Empresas de ônibus retiram veículos de circulação em Minas Gerais, após ataques

Relembre: Jungmann promete R$ 50 milhões para combater ataques a ônibus em Minas Gerais

Leia também: Minas Gerais contabiliza 60 ataques a ônibus em 29 cidades, nos últimos quatro dias

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta