Rodoviários de Manaus ameaçam greve por atraso no pagamento dos salários

A categoria, que inclui motoristas e cobradores do transporte público coletivo, informou que recebeu apenas 20% do pagamento. Foto: Robervaldo Rocha / CMM

Categoria estabeleceu como prazo dia 20 de julho, próxima sexta-feira

JESSICA MARQUES

Os rodoviários de Manaus ameaçaram entrar em greve na próxima sexta-feira, 20 de julho de 2018. A data foi estabelecida como prazo para o pagamento dos salários dos funcionários.

A categoria, que inclui motoristas e cobradores do transporte público coletivo, informou que recebeu apenas 20% do pagamento. Além disso, os trabalhadores informaram que não vão aceitar parcelamento do restante do valor.

De acordo com informações do portal Amazonas Notícias, o sindicato já informou a Justiça, o Ministério Público e a Prefeitura sobre a decisão, além do Sinetram, que é o sindicato patronal.

Em junho, os trabalhadores realizaram uma paralisação, para reivindicar reajuste salarial.

Após sete dias de greve dos rodoviários de Manaus, que resultou em 61 ônibus depredados e deixou passageiros sem transporte, a paralisação foi encerrada. Houve acordo entre a categoria e as empresas.

Pelo acordo, os funcionários vão receber 5,5% de reajuste salarial, no biênio 2017-2019, segundo informações da Agência Brasil. O valor é composto por 3,5% de aumento referente aos primeiro ano e inflação relativa deste ano e do próximo. Os valores serão pagos a partir de agosto, conforme o que foi acordado.

Relembre: Após acordo, greve dos rodoviários de Manaus é encerrada

Leia também: Em 7º dia de greve dos rodoviários, 61 ônibus são depredados em Manaus

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta