Empresa do Paraná faz programa de feedback para aperfeiçoar treinamentos e melhorar o atendimento à população

Programa mostra ao funcionário seu desempenho e são discutidas as possibilidades de melhorias om os gestores de RH

Motoristas e cobradores recebem retorno individualizado sobre ocorrências. Profissionais que tiverem os melhores desempenhos serão reconhecidos

ADAMO BAZANI

As mais modernas empresas de diversos setores em todo o mundo já entenderam que por mais que sejam importantes treinamentos e capacitações em grupo, um olhar cada vez mais individualizado sobre os profissionais tem dado bons retornos para todos: empresas, com o acerto na prestação de serviços; profissionais, com a atenção recebida para suas necessidades; e clientes, com a melhoria dos atendimentos, produtos e serviços.

Alegando estar alinhado a esta realidade de mercado, o Grupo Leblon Transporte de Passageiros, que opera em Curitiba e parte da região metropolitana, desenvolve um programa de “feedback” , inicialmente para motoristas e cobradores.

Cada profissional é chamado individualmente pelo setor de RH – Recursos Humanos das empresas que forma o grupo, e recebe um retorno sobre o desempenho e eventuais ocorrências que tiveram envolvimento.

Não se trata, segundo o Grupo Leblon, de chamar o funcionário para “dar bronca” ou aplicar alguma penalidade. O objetivo é orientar o profissional e entender a realidade e o dia-a-dia de cada um.

“Independentemente do histórico, o feedback será sempre construtivo ao apontar algo que não está adequado, porém, vem junto de uma proposta de ação para que o problema seja resolvido, identificando os erros e acertos , e para conseguir soluções e métodos para resolver cada um dos problemas. O programa deve ser bem compreendido pelos colaboradores da empresa, já que não se trata de crítica e sim de um apoio na busca da melhoria profissional.” – diz o coordenador de RH do Grupo, Celso Adolfato.

Adolfato ainda explicou que o programa de “feedback” também aproxima o motorista e cobrador da empresa. Muitos destes profissionais sequer frequentam a garagem com constância, já que devido aos horários começam e encerram suas jornadas nos terminais.

O coordenador de RH disse também que o programa contempla reconhecimento para os funcionários que não se envolverem em ocorrências.

“Para todos aqueles colaboradores que no último ano não apresentaram nenhuma ocorrência negativa ou score superior a 5 (condicionado a inexistência de até 4 ocorrências negativas no mesmo período) será entregue uma carta motivacional em agradecimento pelo desempenho”.

O encontro com cada funcionário dura cerca de 20 minutos e para haver condições de igualdade entre todos, os trabalhadores são convocados pela data de aniversário.

“Todos têm muito a ganhar, em especial nosso cliente, o passageiro. Colaboradores mais motivados e capacitados atendem melhor à população, o que reflete na qualidade dos serviços. E esse é nosso objetivo.” – finalizou.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: