Prefeitura de Macaé inicia cadastro para passagem a R$ 1

Para pagar o valor pela tarifa, é preciso fazer um cadastro no Programa Macaé Cidadão. Foto: Prefeitura de Macaé.

Benefício é válido para todos os moradores da cidade

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Macaé, no Rio de Janeiro, inicia nesta terça-feira, 10 de julho de 2018, o cadastro de passageiros para a cobrança de R$ 1 na tarifa. O benefício é válido para todos os moradores da cidade.

Para pagar o valor pela tarifa, é preciso fazer um cadastro no Programa Macaé Cidadão, para obter o Cartão Macaé, que pode ser utilizado nos ônibus municipais.

No cadastro, será feita uma imagem do rosto do passageiro, que será validada na catraca dos ônibus, por meio de identificação via biometria facial. Caso não haja o reconhecimento, a catraca será bloqueada.

O projeto de lei para implantação do cartão é de autoria do Executivo. A aprovação na Câmara Municipal ocorreu em 22 de maio, com oito votos favoráveis e dois contrários.

Para fazer o cadastro, é preciso comprovar que mora em Macaé, levando comprovante de residência e cópia, além da cópia e original da carteira de identidade e do CPF.

O cadastramento será realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e aos sábados, das 8h às 18h, exceto Distrito do Sana, em que o atendimento será realizado das 7h às 16h, de segunda a sexta, e das 7h às 12h, no sábado.

Na região serrana, os locais para a realização do cadastramento são o Colégio Raul Veiga, em Glicério, e o Macaé Facilita, no Sana; Já na região central do município, os locais serão no Terminal Parque de Tubos, no Instituto Federal Fluminense (IFF), na Garagem da Macaense, que fica ao lado da antiga sede da Secretaria de Educação, além do CIEP 058 Municipalizado Oscar Cordeiro, no Centro de Convenções, e na Cidade Universitária.

O prazo para a entrega do cartão é de 15 dias após o cadastro. A retirada é feita na Garagem da empresa Macaense. Também é possível solicitar uma ficha de pré-cadastro pelo e-mail comunicacao.mobilidade@gmail.com.

A Prefeitura informou ainda que estão mantidas as gratuidades para estudantes da rede pública, idosos acima de 60 anos, beneficiários do Programa Municipal Passe Social e crianças de até seis anos.

Entretanto, os estudantes que pretendem utilizar o transporte público para fins particulares devem realizar o cadastro no Cartão Macaé.

PASSAGEM A R$ 1

Neste ano, o Executivo encaminhou à Câmara Municipal um projeto de lei que institui o programa “Macaé Cidadão”, que garante o benefício da passagem a R$1 somente aos moradores do município, que comprovem a residência.

O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso, informou que pretende apresentar um requerimento à Prefeitura para não limitar o subsídio da passagem a R$ 1 para quatro vezes ao dia.

Quando o limite é ultrapassado ou o passageiro não é morador da cidade, o preço da tarifa é de R$ 3,07. Desta forma, o troco é comprometido, pelo valor não ser redondo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta