Má conduta de motoristas lidera reclamações do transporte público em Manaus

Foto: Robervaldo Rocha

SAC da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos registrou 665 denúncias até maio – comportamento do motorista e não atendimento à parada nos pontos lideram queixas da população

ALEXANDRE PELEGI

O mau comportamento dos motoristas de ônibus urbanos de Manaus é a principal queixa dentre as reclamações registradas no Disque 118, Setor de Atendimento Comunitário Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU).

Seis em cada dez reclamações apontam a má conduta do motorista, num universo de 665 denúncias coletadas até maio deste ano – freadas bruscas, alta velocidade, além da educação com o usuário.

O não atendimento à parada nos pontos de ônibus vem a seguir no ranking de reclamações.

Em 2018, até maio, foram registradas 208 reclamações da conduta dos motoristas de ônibus, e 202 reclamações quanto ao não atendimento à parada de ônibus. Na sequência, os usuários do transporte público de Manaus citam a irregularidade de horário na passagem da linha como problema.

Somadas, essas três queixas registraram aumento significativo em relação ao mesmo período de 2017. As reclamações sobre a conduta do motorista cresceram 124%, já as queixas pelo não atendimento à parada no ponto aumentaram em 63% e 75% quanto a demora para a chegada do ônibus no ponto.

Em nota à imprensa, a SMTU informa que desde meados do ano passado “tem massificado os canais de reclamações e sugestões do SAC, fato que resultou em aumento do número de reclamações perante o órgão. Todas as reclamações são avaliadas pelo SAC e orientam as fiscalizações realizadas”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta