Em um ano, Transwolff dobra número de veículos para Serviço Atende

A empresa começou com 14 vans e agora são 31 veículos na cidade, pouco mais que o dobro. Foto: Divulgação.

No período, empresa transportou 116,6 mil passageiros em São Paulo

JESSICA MARQUES

A operação do Atende pela Transwolff completa um ano nesta quinta-feira, 5 de julho de 2018. A empresa começou com 14 vans e agora são 31 veículos na cidade, pouco mais que o dobro.

Neste período, a empresa transportou 116.640 passageiros, na capital paulista, por meio do serviço de transporte porta a porta para pessoas com deficiência. A Transwolff foi a primeira a operar com os novos modelos do serviço implantado na cidade.

“São dois tipos de veículos. Um para autistas e cadeirantes, com capacidade para transportar seis passageiros, incluindo o acompanhante. O outro veículo é destinado exclusivamente para dois cadeirantes e tem mais cinco lugares para acompanhantes ou pacientes com outro tipo de enfermidade, com um total de sete lugares” – explicou a Transwolff, em nota.

O Serviço Atende é uma modalidade de transporte porta a porta gratuito, com regulamento próprio, oferecido pela Prefeitura de São Paulo. O gerenciamento do sistema é feito pela SPTrans e a operação, por empresas de transporte coletivo.

Para Luiz Carlos Efigênio Pacheco, presidente da Transwolff, foi um desafio para a empresa operar um tipo de serviço que jamais havia feito. Por esse motivo, houve um cuidado especial na preparação dos motoristas e na montagem da equipe para a operação.

“Foi e está sendo um desafio diário, temos que ser precisos no horário não só para chegar a casa do paciente como ao hospital” – disse Pacheco.

Como solicitar o serviço:

Para fazer pedido do serviço o passageiro deve ligar para o telefone 156 da Prefeitura ou entrar em contato por meio dos postos de atendimento das Prefeituras Regionais. O agendamento funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O transporte, por sua vez, funciona de domingo a domingo das 7h às 20h. O atendimento é prestado a clientes cadastrados, com uma programação pré-agendada de viagens.

O Atende também oferece atendimentos nos fins de semana, para eventos. Neste tipo de serviço, os pedidos de transporte são feitos diretamente pelas instituições que trabalham com pessoas com deficiência. A exigência é que a solicitação seja feita com, no mínimo, uma semana de antecedência.

As instituições precisam fazer cadastro prévio na SPTrans, empresa que gerencia o serviço.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta