Fiscalização resulta em 13 ônibus apreendidos em Santarém

Entre as irregularidades, a principal era a licença vencida. Foto: TV Tapajós.

Operação realizada no início da semana teve como foco transporte coletivo urbano da cidade

JESSICA MARQUES

Uma fiscalização feita no início da semana resultou em 13 ônibus apreendidos em Santarém, no oeste do Pará. A operação realizada no início desta semana teve como foco transporte coletivo urbano da cidade.

A inspeção foi feita pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito em parceria com a Polícia Militar e o Detran (Departamento de Trânsito) do Pará.

Entre as irregularidades, a principal era a licença vencida. Os veículos foram levados para o pátio de retenção da VIP Leilões e serão liberados após serem licenciados e passarem por nova vistoria do Detran e da secretaria.

Foram verificadas as condições dos ônibus, além de documentações dos veículos e motoristas, e situação da licença para trafegar. “Todos os veículos que estavam com o Licenciamento Anual do veículo atrasados, vão ser recolhidos ao pátio da VIP” ­– informou o agente de trânsito da SMT, Luís Carlos Nascimento.

A inspeção foi realizada próximo à cabine de fiscalização da SMT localizada na Avenida Rui Barbosa, Centro. Segundo os órgãos envolvidos na operação, os trabalhos irão continuar em outros locais.

HISTÓRICO

A fiscalização foi intensificada devido ao acidente na BR-163 com Avenida Moaçara, que ocorreu em 26 de junho, com um ônibus irregular.

Na mesma data do acidente, a SMT expediu a portaria 024/2018, com o objetivo de tirar de circulação os veículos que estão com alguma pendência na licença de tráfego.

De acordo com o secretário de Mobilidade e Trânsito, Paulo Jesus, além das fiscalizações realizadas nas empresas, está sendo feito a constatação nas vias.

“Podem acontecer casos em que o veículo autorizado a fazer o serviço venha a ser substituído sem que a empresa informe o órgão gestor que é a SMT. Esta é uma prática irregular. Essa ação do governo municipal prioriza o usuário oferecendo segurança e um serviço de qualidade” ­– disse.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta