Motoristas de ônibus rodoviários podem entrar em greve no Ceará

A decisão será votada pelo Sinteti (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual) e pode atingir passageiros da Região do Cariri. Foto: Jefferson Abreu/Divulgação

Assembleia define situação do transporte público intermunicipal e interestadual nesta quarta-feira

JESSICA MARQUES

Motoristas rodoviários ameaçam entrar em greve no Ceará. Uma assembleia vai definir a situação do transporte público intermunicipal e interestadual nesta quarta-feira, 4 de julho de 2018.

A decisão será votada pelo Sinteti (Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual) e pode atingir passageiros da Região do Cariri.

A assembleia geral será feita nas rodoviárias de Fortaleza e de Juazeiro do Norte. Segundo informações do sindicato, em algumas empresas, os profissionais estariam sendo obrigados a assinar um termo aditivo que concorda com o fim da hora extra, com compensação em até seis meses.

Além disso, o termo também prevê fim do passe livre para rodoviários, mudança de data de pagamento do terceiro para o quinto dia útil, intervalo de jornada reduzida de 11 para 8 horas e outras medidas.

Segundo informações do portal CNews, a última rodada de negociação foi realizada em 15 de junho, no Ministério do Trabalho. Na ocasião, o Sinterônibus havia proposto jornada de trabalho reduzida de 44h para 24h.

Para a categoria, as empresas querem implantar a reforma trabalhista demitindo funcionários antigos e contratando novos rodoviários pela metade do salário.

Durante a negociação, a proposta de reajuste salarial da categoria voltou ao percentual 1,69%, ficou estabelecido R$0,22 no vale alimentação e R$2,11 na cesta básica.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta