Audiência pública apresenta projeto de transporte coletivo alimentador em Campos de Goytacazes (RJ)

A administração pretende adotar o sistema tronco-alimentado para o transporte público da cidade. Foto: Rodrigo Silveira

Prefeitura trará novidades na apresentação, como monitoramento dos veículos via GPS e integração entre ônibus, micro-ônibus e vans

JESSICA MARQUES

Uma audiência pública marcada para esta quarta-feira, 4 de julho de 2018, tem como objetivo apresentar ao público um projeto de transporte coletivo alimentador em Campos de Goytacazes, no Rio de Janeiro.

A Prefeitura informou que trará novidades na apresentação, como monitoramento dos veículos via GPS e integração entre ônibus, micro-ônibus e vans. Além disso, a administração pretende adotar o sistema tronco-alimentado para o transporte público da cidade.

A intenção da administração municipal é unir o sistema de baixa capacidade (menor volume de passageiros transportados) com o de média capacidade (maior volume de passageiros transportados).

A mudança considera que o centro concentra 72% da população de Campos, enquanto os distritos têm apenas 28%. A cidade possui aproximadamente 500 mil habitantes.

Com isso, o IMTT (Instituto Municipal de Trânsito e Transportes) planejou um sistema que concentra o transporte de média capacidade na área central e distribui o transporte de baixa capacidade pela área distrital.

Os estudos levaram em conta diversos fatores. O principal foi o custo do quilômetro percorrido por cada tipo modal. Os ônibus chegam a custar o dobro do transporte de baixa capacidade, como micro-ônibus e vans.

Para a integração ser feita, a intenção é dividir a cidade em seis áreas, cada uma com um terminal. Neste caso, os terminais seriam em Bela Vista, Cepop, Dical, BR 356, RJ 158 e Shopping Estrada.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta