Motoristas de Franca (SP) fecham acordo coletivo

Foto: Divaldo Moreira / Comércio da Franca

No final de maio a empresa de ônibus São José protocolou junto à prefeitura o pedido de reajuste anual da tarifa de ônibus, recusado pelo prefeito

ALEXANDRE PELEGI

O Sindicato dos Motoristas de Franca e região anunciou que chegou a bom termo o acordo coletivo entre patrões e empregados.

Foram várias rodadas de negociações, ao fim das quais ficou definido o percentual de reajuste para os 450 funcionários da Empresa de Ônibus São José, concessionária do serviço na cidade do interior paulista.

Pelo acordo os motoristas receberão aumento de 2% a partir de 1º de junho, além de ticket alimentação de R$ 150 e a manutenção de cláusulas anteriormente negociadas.

No final de maio a empresa de ônibus São José protocolou junto à prefeitura o pedido de reajuste anual da tarifa de ônibus. Pelo levantamento feito pela empresa, o valor da tarifa deveria subir para R$ 6,43, suficiente para cobrir o custo mensal de pouco mais de R$ 5 milhões para a manutenção dos serviços de transporte da cidade.

O prefeito Gilson de Souza descartou o aumento, afirmando que, com a queda no preço do óleo diesel proposta pelo governo federal ao fim da greve dos caminhoneiros, os custos da empresa de ônibus poderiam ser reduzidos.

O prefeito afirmou ainda que sua decisão de não discutir o reajuste na tarifa iria perdurar por 60 dias, período em que vai o desconto no preço do diesel oferecido ao fim da greve dos caminhoneiros.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta