Greve de ônibus em Teresina, mesmo com promessa de repasse por parte da prefeitura

Pagamento de adiantamento salarial não foi realizado

ADAMO BAZANI

Os moradores de Teresina amanheceram nesta quinta-feira, 21 de junho de 2018, sem serviços de ônibus.

Motoristas e demais funcionários dos transportes cruzaram os braços por causa do não pagamento do “vale-salarial”, que deve ser depositado todo o dia 20 de cada mês, conforme convenção coletiva.

Ontem no TRT – Tribunal Regional do Trabalho, a prefeitura prometeu fazer o repasse financeiro devido às empresas de ônibus que, com o dinheiro, fariam o pagamento aos funcionários.

Havia a expectativa de, mediante a promessa, a greve ser descartada, mas os trabalhadores decidiram cruzar os braços até o pagamento.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta