Teresina pode ter greve de ônibus nesta quinta-feira

Segundo o sindicato, assim que os depósitos forem feitos aos trabalhadores, o sistema de transporte volta a funcionar normalmente.

Sintetro-PI informou que vai parar atividades caso não haja pagamento dos funcionários

JESSICA MARQUES

VEJA ATUALIZAÇÃO CLICANDO AQUI:

Pagamento de repasses deve evitar greve de ônibus em Teresina

Os passageiros de Teresina, no Piauí, podem ficar sem ônibus nesta quinta-feira, 21 de junho de 2018. O Sintetro-PI (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários de Teresina) informou que vai parar as atividades caso não haja pagamento dos funcionários.

“Pedimos o apoio e a compreensão da sociedade nesse momento o qual os trabalhadores rodoviários estão sendo prejudicados, e que os mesmos tem seus compromissos a cumprir já programados, e estamos cobrando apenas que sejam respeitados os nossos direitos” — informou o presidente do sindicato, Fernando Santos, por meio de nota.

O sindicato informou ainda que, assim que os depósitos forem feitos aos trabalhadores, o sistema de transporte volta a funcionar normalmente.

Confira a nota do sindicato:

O SINTETRO-PI comunica a toda sociedade que, em virtude do NÃO PAGAMENTO dos Trabalhadores do Sistema de Transporte Público de Teresina-PI, todas as empresas de ônibus estarão com suas atividades suspensas a partir das 00h00min desta quinta-feira, dia 21 de junho, ao tempo em que avisa que tão logo sejam feitos os depósitos na conta do trabalhador, o sistema de transporte voltará a funcionar normalmente.

O SINTETRO-PI deixa claro para a sociedade Teresinense que em momento algum gostaria de criar algum transtorno aos usuários de transportes coletivos da capital, porém não há outra alternativa que não seja a paralisação do sistema, para que se possa lutar em defesa dos direitos dos trabalhadores, entre eles motoristas e cobradores.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta