Motoristas da Transurb, no Rio de Janeiro, relatam descontos sem justificativa no salário

A empresa Transurb S/A não se manifestou sobre o caso. Foto: Soares / Ônibus Brasil

Trabalhadores pagam ‘vale-avaria’, ‘vale-sinistro’ e ‘vale-filmagem’

JESSICA MARQUES

Os motoristas da Transurb, no Rio de Janeiro, relataram ao Jornal do Brasil que estão tendo descontos sem justificativa no salário. Os trabalhadores estão pagando os chamados “vale-avaria”, “vale-sinistro” e “vale-filmagem”.

O primeiro desconto é referente a uma penalidade por dano a alguma parte do ônibus. O segundo, para caso de colisão com outros veículos e, por fim, o terceiro é aplicado a motoristas que deixam passageiros com direito a gratuidade embarcarem pela porta traseira.

Um motorista que preferiu não se identificar informou ao Jornal do Brasil que recebeu dois descontos sem ter danificado o coletivo ou ter se envolvido em algum acidente. O funcionário trabalha na linha 580 (Laranjeiras-Largo do Machado), que circula na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Com os descontos, o trabalhador informou que restaram apenas R$ 300 do salário líquido, conforme publicado pelo portal JB.

A procuradora do Ministério Público do Trabalho do Rio de Janeiro (MPT-RJ), Fernanda Diniz, informou que a empresa não pode descontar nenhum prejuízo, teoricamente causado pelo motorista, sem antes apurá-lo e comprová-lo.

A empresa Transurb S/A não se manifestou sobre o caso.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Daniel Dias Silva Henrique disse:

    E uma otima empresa porem essa de vale filmagem , advertencia por falta de passageiro arrebenta c9m qualquer funcionario

  2. Paulo Victor Morais de Carvalho disse:

    Isso é comum nesta empresa.

    “Você ” vai treinar lá, a passagem é por sua conta, qualquer coisa que fizer, que eles consideram deslizes, você é demitido… Entre outros abusos da Transurb.

Deixe uma resposta