Mudanças viárias em Pernambuco refletem em três linhas de ônibus

As intervenções, nos bairros Areais e Caçote, na Zona Oeste, começam neste sábado, 16 de junho de 2018.

Alterações são nos bairros de Areias e Caçote, na Zona Oeste

JESSICA MARQUES

Uma série de mudanças viárias em Pernambuco vão refletir em três linhas de ônibus de Pernambuco. As intervenções, nos bairros Areais e Caçote, na Zona Oeste, começam neste sábado, 16 de junho de 2018.

A responsável pelas obras é a CTTU (Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano), que fará mudanças em estacionamento e manutenção de sinalização. Entre as vias que receberão as mudanças, estão a Avenida Tapajós, Avenida Capitão Gregório de Caldas e Rua Aurora Caçote, onde também haverá em mudança de circulação.

“Além de garantir a segurança viária dos pedestres, a ação vai beneficiar as três linhas de ônibus que circulam pelas áreas” – garantiu a CTTU, em nota.

20180615095752850285e.jpg

“A principal mudança será a eliminação do sentido duplo de circulação no trecho da Rua Aurora Caçote compreendido entre a Avenida Capitão Gregório de Caldas e Rua Guaraci. Agora, o local passa a ser mão única em direção à Rua Cambucá. Não será mais permitido aos condutores oriundos da Gregório de Caldas girar à esquerda na Aurora Caçote. A medida elimina um conflito na intercessão entre a Rua Aurora Caçote e a Avenida Capitão Gregório de Caldas.”

A intervenção terá mudanças no estacionamento de dois trechos da Rua Aurora Caçote. Entre a Avenida Recife e a Rua Guaraci, onde a circulação permanece mão dupla, passa a ser proibido estacionar dos dois lados. Entre a Rua Guaraci e a Avenida Capitão Gregório de Caldas, o estacionamento será proibido apenas no lado direito.

A Rua Doutor Gil Rodrigues dos Santos, por sua vez, vai receber sinalização horizontal e vertical.

Segundo a presidente da CTTU, Taciana Ferreira, esse é mais um projeto analisado pela equipe de engenharia para atender a solicitações da população, beneficiando também os pedestres.

“Para regulamentar a ação, a CTTU vai realizar a manutenção de toda sinalização vertical e horizontal das vias, incluindo 140 placas de sinalização e faixas de pedestres” – informou o órgão, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta