Reunião entre ANTT e caminhoneiros é adiada

Encontro, que ocorreria na manhã desta segunda-feira, será às 15h30

JESSICA MARQUES

A reunião que estava marcada entre técnicos da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e representantes dos caminhoneiros para a manhã desta segunda-feira, 11 de junho, foi adiada. O encontro será às 15h30, ainda hoje, para discutir a tabela do frete.

As partes chegaram a se encontrar na agência da reguladora, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo. Entretanto, nada foi discutido para que mais representantes dos caminhoneiros pudessem participar da discussão.

A reunião está prevista para ter caráter técnico, com o objetivo de discutir o tabelamento do preço mínimo ao frete rodoviário.

Uma reunião com os caminhoneiros foi realizada ao longo desta sexta-feira, 8 de junho de 2018, estendendo-se por todo o dia. Em nota, a ANTT havia informado que a reunião seria apenas técnica, sem produzir efeitos imediatos.

“As questões técnicas da tabela continuarão em discussão na Agência e com o setor, a fim de chegar a uma solução que harmonize os interesses de produtores, transportadores e sociedade”.

O Ministro do Transporte suspendeu os efeitos da resolução sobre o frete mínimo. Com a suspensão do texto, volta a vigorar a primeira versão, de 30 de maio, nos termos da Medida Provisória 832/2018, que instituiu a ‘Política de Preços Mínimos de Transporte Rodoviário de Cargas’.

Relembre: Ministro do Transporte revoga nova tabela do frete após pressão de caminhoneiros

O tabelamento do frete foi uma das reivindicações dos caminhoneiros, atendida pelo governo em tentativa de acabar com a paralisação, que durou 11 dias, bloqueando estradas principais de todo o país.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) anunciou na tarde desta sexta-feira, dia 8 de junho de 2018, que vai ingressar no Supremo Tribunal Federal com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o tabelamento do frete para transporte rodoviário de cargas.

Relembre: Confederação Nacional da Indústria vai ao STF contra tabelamento de frete

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta