Motorista de ônibus fica ferido em ação de vandalismo em Campinas

Este foi o segundo caso no dia, após ataque semelhante no começo da manhã. Agora já são quatorze ônibus alvos de vandalismo

ALEXANDRE PELEGI

Mais dois ônibus foram alvos de ataques na cidade de Campinas, interior de São Paulo.

O primeiro caso ocorreu às 5h:10 da manhã deste sábado, dia 9 de junho de 2018, na Rodovia Santos Dumont, parque Oziel, sentido bairro Centro. Segundo o motorista do carro 1861, que fazia a linha 117, indivíduos localizados numa passarela atiraram uma pedra no para brisa-dianteiro do ônibus. O vidro quebrou, mas não houve feridos.

O Sindicato relata frequentes casos de vandalismo nas proximidades, incluindo invasão e depredação dos ônibus por grupos de jovens.

Um novo caso voltou a ocorrer neste sábado, por volta das 12h:00, segundo informações do SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas).

Desta feita o carro 1874, que operava a linha 107, foi alvejado por uma pedra que atravessou o para-brisa dianteiro quando trafegava pela Rua Faustino Bom Zuben, altura do número 838.

 

A pedra atravessou o para-brisa e atingiu de raspão o braço do motorista, que passa bem.

Com mais este caso, o sistema de transporte municipal alcança a marca de 14 ações de vandalismo nos últimos dias.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta