Prefeito de Campo Grande (MS) desconsidera baixar tarifa de ônibus após redução do preço do diesel

Passagem de ônibus urbanos de Campo Grande custa R$ 3,70. Foto: Divulgação.

Marcos Trad afirmou que passagem só pode ser mais barata se o valor do combustível chegar a menos de R$ 3,13

JESSICA MARQUES

O prefeito de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, descartou a possibilidade de reduzir a tarifa de ônibus com a queda no preço do diesel, que segundo o Governo Federal está R$ 0,46 mais barato nas refinarias.

Marcos Trad afirmou que a redução do preço da passagem só seria possível se o valor do diesel chegar a menos de R$ 3,13. Os últimos reajustes consideraram o valor de R$ 3,70 para o combustível.

“Nos últimos reajustes, as empresas não pediram o reequilíbrio contratual, não repassaram o aumento do diesel para os usuários. Então, já conversei com os responsáveis pelo consórcio e eles disseram que, se o valor baixar para R$ 3,13, o diálogo terá início” – informou o prefeito, à imprensa local.

Nesta terça-feira, 5 de junho de 2018, o governador Reinaldo Azambuja recomendou que houvesse diminuição do valor da passagem nos transportes municipal e intermunicipal.

“Acredito que o que governador falou sem fundamentação técnica dos dados que o contrato prevê. Se a gente fosse apenas pelo variável do óleo diesel cobrado pelo governo do estado a tarifa seria de R$ 3,90” – disse Trad ao Campo Grande News.

A redução da tarifa também foi descartada em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul e em Sorocaba, no interior de São Paulo.

Relembre: Visate descarta redução da tarifa de ônibus em Caxias do Sul (RS) após desconto no diesel

Relembre: Sorocaba não reduz passagem de ônibus, após queda no preço do diesel

Leia também: Santo André estuda impacto da redução do diesel na tarifa de ônibus

VALOR DAS PASSAGENS APÓS DESCONTO NO DIESEL

Em diversas cidades, já existem discussões sobre como repassar o desconto para os passageiros, entretanto, na maior parte delas, o assunto tem sido levantado por vereadores.

Em entrevista exclusiva ao Diário do Transporte, o diretor institucional da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, Marcos Bicalho dos Santos, que representa mais de 500 viações no País, disse que não será possível abater o valor das passagens, já que as empresas tiveram ao longo do tempo de assumir os últimos aumentos constantes do valor do diesel sem reajustar as tarifas.

Relembre: ENTREVISTA: Tarifas de ônibus não vão baixar com redução do preço do diesel, mas impactos nos próximos reajustes não são descartados pelas empresas

Jessica Marques para o Diário do Transporte

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Dourados (MS) não deverá ter redução de tarifa de ônibus após corte no preço do diesel – Diário do Transporte
  2. Prefeito de Florianópolis descarta redução do valor da tarifa após desconto no preço do diesel – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: