Exposição mostra evolução dos transportes em São Paulo

Exposição foi realizada no Pateo do Collegio, centro de São Paulo

Veículos modernos ao lado de histórico trólebus no Pateo do Collegio mostraram parte da linha do tempo da mobilidade

ADAMO BAZANI / JESSICA MARQUES

Novas gerações e as mais experientes juntas. Essa foi a tônica da exposição “Transporte Coletivo: De ônibus você vai a qualquer lugar da cidade”, promovida pela Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade da Prefeitura de São Paulo e SPTrans – São Paulo Transportes nesta quarta-feira, 6 de junho de 2018, no Pateo do Collegio, no centro de São Paulo.

As diferentes gerações foram muito além dos veículos expostos, como o trólebus ACF Brill, que operou em São Paulo a partir dos anos 1950, e veículos superaticulados e elétricos modernos.

Exposição SP6.jpg

Trólebus circulou por 33 anos na capital entre os anos de 1957 e 1990

O público presente era composto por crianças e idosos, que contemplavam de perto a evolução do sistema, não apenas em relação aos veículos, mas às histórias. Grupos de crianças, muitas das quais trazidas por escolas, batiam papo com moradores antigos que, ao passarem casualmente pela exposição, paravam e lembravam um pouco de suas vidas.

Entre os modelos expostos, estão um trólebus ACF Brill, um ônibus Caio Millenium BYD elétrico, um ônibus superarticulado de 23 metros do sistema da cidade e uma van da geração atual do Atende, voltada para pessoas com dificuldades severas de locomoção.

O trólebus circulou por 33 anos na capital entre os anos de 1957 e 1990. O ônibus superarticulado, por sua vez, vem com tomada USB, ar-condicionado e Wi-Fi.

A modernidade também pôde ser contemplada no ônibus movido 100% a bateria, que circula atualmente na linha linha 908T/10 Term. Pq. D. Pedro II – Butantã.

Exposição SP 3.jpg

Ônibus superarticulado vem com tomada USB, ar-condicionado e Wi-Fi

Segundo informações da SPTrans, todos os ônibus que integram a frota da cidade têm obrigatoriedade de vir com tomadas USB, Wi-Fi e acessibilidade.

Da atual frota de 14.500 ônibus, 93% dos veículos são acessíveis por meio de elevadores ou piso baixo.

Exposição SP.jpg

A van do Atende, por sua vez, está entre as 440 que operam no sistema de transporte gratuito porta a porta. O serviço é destinado a pessoas com autismo, surdocegueira e deficiência física severa que estão impossibilitadas de utilizar o transporte coletivo por ônibus.

Na cidade, também existem 100 táxis adaptados que operam neste sistema, segundo informações da SPTrans.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

1 comentário em Exposição mostra evolução dos transportes em São Paulo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: