Empresas de ônibus retiram veículos de circulação em Minas Gerais, após ataques

Três ônibus da Princesa do Sul foram alvo de atentados e dois ficaram completamente destruídos até a tarde desta segunda-feira. Foto: Reprodução

Líder e Piracicabana, em Uberaba, e Viação Princesa do Sul, em Pouso Alegre, interromperam operação nesta segunda-feira

JESSICA MARQUES

Após série de ataques a ônibus em Minas Gerais, as empresas que operam o transporte público em algumas cidades do estado decidiram retirar os veículos de circulação nesta segunda-feira, 4 de junho de 2018.

Em Uberaba, as empresas Líder e Piracicabana retiraram os veículos de circulação. Na tarde desta segunda, um coletivo foi queimado na cidade por volta de 14h30, segundo informações do Corpo de Bombeiros. No domingo, outros três veículos também foram incendiados.

Confira a nota da Prefeitura de Uberaba, na íntegra:

“A Prefeitura de Uberaba informa, por meio da SEDEST (que engloba a Superintendência de Transporte Público e a Guarda Municipal) que está acompanhado a situação que envolve os ônibus coletivos alvos de criminosos. Neste momento, por questão de segurança, as empresas Líder e Piracicabana estão retirando os veículos de circulação. Assim que novas informações forem divulgadas repassaremos de forma oficial”.

A Viação Princesa do Sul também retirou os ônibus de circulação. Segundo informações da empresa, três ônibus da concessionária foram alvo de atentados e dois ficaram completamente destruídos até a tarde desta segunda-feira.

Confira o comunicado da empresa:

Relembre: Em menos de 24 horas, pelo menos 18 ônibus são incendiados em Minas Gerais

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta