Manaus amanhece com 100% da frota paralisada

Greve dos rodoviários chega ao quinto dia neste sábado

JESSICA MARQUES

Os moradores de Manaus amanheceram mais uma vez sem ônibus nas ruas. Segundo informações do Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas), 100% da frota está paralisada.

No quinto dia de greve, os rodoviários informaram que colocariam 30% da frota em serviço, mas o sindicato das empresas constatou que o percentual não está sendo cumprido.

Até o momento, o Sindicato dos Rodoviários não se pronunciou sobre a alegação do Sinetram.

ACORDO

Na sexta-feira, os trabalhadores e as empresas tentaram acordo no Ministério Público do Trabalho. Houve acordo no reajuste de 5,19% com relação aos dissídios de 2017 e 2018, contudo, o Sindicato dos Rodoviários solicitou suspensão das multas de quase R$ 20 milhões pela realização da greve nesta parte, não houve acordo.

O Ministério Público do Amazonas solicitou, em Ação Civil Pública, que fosse aplicada uma multa caso 75% da frota não operasse. O documento também cobra multa de R$ 1 mil aos trabalhadores, por dano moral coletivo. A Justiça ainda não se pronunciou sobre o pedido.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta