Rodoviários entram em greve em Manaus

O Sindicato dos Rodoviários informou que a paralisação ocorre por tempo indeterminado.

Paralisação reivindica melhorias salarias, segundo sindicato da categoria

JESSICA MARQUES

Os rodoviários de Manaus entraram em greve na manhã desta terça-feira, 29 de maio de 2018. A paralisação da categoria tem como objetivo reivindicar melhorias salariais, segundo informações do Sindicato dos Rodoviários.

A Prefeitura de Manaus e o Sinetram (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas) alegam que apenas 30% da frota está circulando na cidade.

Com isso, o Sindicato dos Rodoviários teria paralisado 70% da frota e descumprido a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, conforme publicado pelo Diário do Amazonas. O órgão que representa os trabalhadores ainda não se manifestou sobre o assunto.

A desembargadora Ruth Barbosa Sampaio considerou a paralisação ilegal e abusiva, estipulando multa de R$ 30 mil em caso de descumprimento da ordem judicial.

O Sindicato dos Rodoviários informou que a paralisação ocorre por tempo indeterminado.

Na última semana, os ônibus operaram com 60% da capacidade total da frota, devido à greve dos caminhoneiros, que causou desabastecimento nos veículos.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Engraçado que sites famosos não informaram essas greves em alguns estados, fora os caminhoneiros, acorda povo.

Deixe uma resposta