Caminhoneiros apresentam novas reivindicações ao Governo Federal para liberar completamente rodovias

Governador de São Paulo, Márcio França, e ao fundo ministro-chefe da secretaria de governo, Carlos Marun – Foto: Governo do Estado de SP

Reivindicações serão discutidas ao longo deste domingo

ADAMO BAZANI

O ministro-chefe da secretaria de governo, Carlos Marun, da equipe do presidente Michel Temer, e o governador de São Paulo, Márcio França se reuniram na noite deste sábado, 26 de maio de 2018, para discutir a crise gerada pela greve da categoria.

Após um acordo com governo do Estado de São Paulo, algumas rodovias começaram a ser parcialmente liberadas na região metropolitana, no interior e Litoral.

A representação dos caminhoneiros quer estender os benefícios garantidos em São Paulo para todo país e ampliar o desconto de 10% do diesel para dois meses.

As reivindicações serão discutidas ao longo deste domingo pelo Governo Federal.

Acompanhe:

– Suspensão da cobrança de tarifa de pedágio para o terceiro eixo elevado dos caminhões, garantida em São Paulo, seja estendida para todo o País.

– Garantia de que a redução de 10% no preço do diesel chegue às bombas nos postos de combustível.

– Aumento do prazo de 30 para 60 dias no congelamento do desconto de 10% do preço do diesel.

Durante à tarde desde domingo será feita uma nova reunião em São Paulo

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta