Belo Horizonte sem ônibus neste domingo e Rio de Janeiro com frota reduzida

Prefeitura de BH alugou ônibus para funcionários de hospitais e UPAs

ADAMO BAZANI

Por causa da greve dos caminhoneiros, o abastecimento nas garagens de ônibus não foi normalizado e os serviços continuam prejudicados na manhã deste domingo, 27 de maio de 2018.

A frota do Rio de Janeiro é reduzida, mas ainda o Rio Onibus, sindicato que representa as companhias, não divulgou nenhum balanço. A estimativa é de que haja este levantamento ainda pela manhã.

O BRT, que não operou em grande parte deste sábado, hoje tem frota reduzida, priorizando as linhas de maior demanda.

A frota do BRT é de cerca de 20%. Em nota há pouco, o consórcio informou o esquema operacional.

O BRT Rio informa que neste domingo, dia 27, estão funcionando apenas os serviços: 10 (Santa Cruz x Alvorada), 12 ( Pingo D’água x Alvorada), 21A ( Recreio x Jd. Oceânico), 35 ( Madureira x Alvorada), 50 (C. Olímpico x Jd. Oceânico) e 51 (Parador – Recreio x Vila Militar).

Em Belo Horizonte, como já havia anunciado a prefeitura, não há nenhum ônibus municipal circulando nas vias.

Em nota, a prefeitura diz que alugou ônibus para fazer cinco linhas com o objetivo de transportar funcionários de hospitais e UPAs.

A prefeitura de Belo Horizonte montou um serviço especial fretado para o transporte de trabalhadores de hospitais e UPAs de Belo Horizonte, para compensar a falta de circulação dos ônibus do transporte coletivo neste domingo, dia 27/05 e garantir o atendimento dos pacientes nesses locais.

Serão 5 linhas de ônibus com 4 viagens pela manhã e 4 à tarde que atenderão os principais corredores de tráfego e a área hospitalar. As informações de pontos de embarque estão sendo passadas diretamente aos funcionários de hospitais e UPAs. Além deste serviço, as linhas de ônibus metropolitanas e também o metrô estarão funcionando e vão atender também os trabalhadores da saúde.

Região Metropolitana de BH: em Betim, ônibus e vans circularam apenas entre 6h e 8h, e retomarão somente entre 18h e 20h deste domingo.
Em Contagem, informa a Transcom, que administra o transporte público na cidade, os ônibus circulam metade do quadro de horários dos domingos, e nesta segunda-feira (28) funcionarão com o quadro de horários de sábado.
Governador Valadares não terá transporte público de ônibus. Em nota, a Empresa Valadarense de Transporte Coletivo afirma que a suspensão dos serviços “visa assegurar o funcionamento normal das linhas na segunda-feira”, quando “será feita análise cenário para novas providências”.

SÃO PAULO:

A SPTrans – São Paulo Transporte informou que todas as empresas de ônibus colocaram os veículos nas ruas no início das operações deste domingo, 27 de maio de 2018.

O índice de frota depende de cada empresa, mas, em média, na faixa das 7h estavam em circulação 60% dos ônibus que seriam normalmente escalados aos domingos habituais.

O mínimo permitido pela prefeitura de São Paulo hoje é de 50% em relação às tabelas da SPTrans.

De acordo com a gerenciadora pública, na tarde de ontem foram comprados 580 mil litros de diesel para os ônibus. Entre a noite de sexta e a manhã sábado, a prefeitura conseguiu 550 mil litros de diesel, além dos 240 mil obtidos na sexta.

O prefeito Bruno Covas disse que a estimativa é de que o combustível dure até esta segunda-feira, para colocar entre 60%e 80% da frota escalada para amanhã.

Na manhã de hoje, o Comitê de Gestão de crise da prefeitura de São Paulo vai se reunir para avaliar a situação e definir mais medidas, inclusive sobre o rodízio municipal de veículos nesta segunda-feira.

No ABC Paulista, nesta manhã, entre 50% e 90% das frotas municipais estão em circulação.

Já em Guarulhos, operam entre 30% e 40% da frota habitual, dependendo da empresa.

Adamo Bazani, jornalista especializo em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta