Primeiras composições do VLT chegam ao Piauí neste fim de semana

Previsão é que até junho o VLT esteja funcionando, com capacidade para transportar 600 passageiros.

Três vagões que integram o sistema vão ser entregues em Teresina

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

O Governo do Piauí informou que três vagões que compõem o primeiro VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) do estado vão chegar a Teresina neste fim de semana. As composições foram adquiridas pelo Governo do Estado por meio da Setrans (Secretaria de Estado dos Transportes).

Para segunda-feira, 14 de maio, está marcada uma visita do governador Wellington Dias ao pátio de manobras da CMTP (Companhia Metropolitana de Transporte Público).

A previsão é que até junho o VLT esteja funcionando, com capacidade para transportar 600 passageiros. “De acordo com o cronograma, até o mês de agosto o Metrô de Teresina contará com mais dois VLTs em pleno funcionamento, totalizando três veículos, com capacidade total para transportar até 1.800 passageiros, por viagem” – prometeu o Governo do Estado, em nota.

Os VLTs estão sendo fabricados pela empresa Bom Sinal, que fica na cidade de Barbalha, região metropolitana do Cariri, no estado do Ceará.

O secretário de estado dos Transportes, Guilhermano Pires, afirmou que até o fim de 2018 o estado três VLTs “em pleno funcionamento”.

Na primeira etapa das obras de modernização do metrô, serão investidos R$ 228 milhões, sendo R$ 46,50 milhões para a fabricação dos três primeiros VLTs. Nesta fase, deve ser iniciado o processo de modernização do sistema, com a reforma de toda a linha e de quatro estações (Matinha, Ilhotas, Renascença e Itararé), duplicação da linha existente entre as estações Matinha e Ilhotas, mais a construção de um Centro de Controle Operacional.

Na segunda etapa do projeto, que deve contar com recursos provenientes de operação de crédito ou recursos da OGU, vão ser adquiridos mais três VLTs, totalizando seis veículos. Também deve ser duplicado o restante da linha férrea, reformadas mais cinco estações (Frei Serafim, Piçarra, Boa Esperança, Parque Ideal, Dirceu II) e construídas duas novas estações, uma no bairro São João e outra no Mafuá, além de uma nova ponte ferroviária sobre o Rio Poti.

Outro projeto em andamento é o da utilização dos atuais trens do metrô para o transporte de passageiros de Teresina para o município de Altos, após serem reformados pela CMTP.

Também está prevista a construção de três estações: uma no município de Altos, outra na Taboca do Pau Ferrado e uma no bairro São João, onde será a integração com o metrô da capital.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta