Com ampliação da vida útil dos ônibus, Porto Alegre pode ter redução de dois centavos na tarifa, em 2020

Projeção da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) é que em dez anos a medida reduza R$ 0,25 na tarifa.

Vida útil dos coletivos passou de 10 para 13 anos nesta semana

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A vida útil dos ônibus de Porto Alegre passou de 10 para 13 anos de acordo com um Projeto de Lei do Executivo, aprovado pelos vereadores nesta semana. Com a ampliação desse prazo, a passagem pode ficar apenas dois centavos mais barata em 2020.

A projeção da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) é que em dez anos a medida reduza R$ 0,25 na tarifa. A ATP (Associação de Transportadores de Passageiros) tem como expectativa abater cerca de R$ 11 milhões em gastos das empresas concessionárias. Com isso, 28 ônibus deixarão de ser renovados.

Outra mudança é que as empresas só vão poder comprar ônibus zero quilômetro com ar-condicionado. O chassi e a carroceria não devem ter idade maior que dois anos.

A legislação também inclui os coletivos que já estão em circulação.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Porto Alegre sempre soube administrar seus serviços de transporte urbano, tanto publico quanto privado. A alteração mencionada tem influencia nos cálculos da planilha de custos. Porém, provavelmente, as empresas renovarão sua frotas antes da obrigatoriedade legal estabelecida, revendendo os ônibus substituídos para serem usados em outras finalidades ou em outras localidades.

  2. Rodrigo disse:

    Ta mais do que na hora de Porto Alegre ter uns onibus melhores, por que é cada carro que tu ve na rua que vou te contar, e digo mais, onibus que foram comprados dos consorcios da zona sul já e da Carris estão com alguma coisa solta ( EX a tampa em cima da porta solta, portas amassadas ) os onibus mais antigos tem que ser revendidos e tirados de circulação, e assim comprar onibus novos e mais modernos.

Deixe uma resposta