Prefeitura de Belo Horizonte cancela contrato milionário com a BHTrans

Certame teria favorecido ilegalmente o Consórcio Terminais BH

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A Prefeitura de Belo Horizonte vai cancelar a licitação de R$ 94,2 milhões que foi feita pela BHTrans com a empresa responsável por administrar as estações do sistema municipal de transporte. Segundo reportagem de Fransciny Alves, do portal O Tempo, a empresa vencedora do edital já estava previamente direcionada.

Ainda de acordo com o portal O Tempo, o responsável pelo certame seria o diretor de Administração e Finanças da pasta, Ben-Hur Silva de Albergaria, que pode ser exonerado nos próximos dias.

O edital foi lançado em janeiro para contratar uma empresa responsável por prestar serviços de administração, limpeza, vigilância, manutenção, comunicação visual e publicidade nas seis estações de integração da capital. O documento também mostra que os espaços comerciais e publicitários poderiam ser utilizados pela empresa nas 37 estações de transferência do Move.

Segundo informações do Executivo ao portal O Tempo, o Consórcio Terminais BH – constituído pelas empresas Socicam Terminais Rodoviários e Representações Ltda. e Socicam Administração, Projetos e Representações Ltda. – foi beneficiado.

A homologação do resultado foi publicada em 13 de março deste ano no Diário Oficial do Município, citando a empresa como vencedora. O despacho também é assinado pelo diretor de Administração e Finanças.

A Prefeitura informou que a exoneração de Ben-Hur Silva de Albergaria não tem ligação com a licitação, por tratar-se de uma mudança de diretoria da BHTrans.

O portal O Tempo não conseguiu localizar Ben-Hur e a Prefeitura não se posicionou. Por meio de nota, a Socicam alega desconhecer “qualquer irregularidade no processo de licitação para administração dos terminais urbanos de Belo Horizonte e esclarece que, até o momento, não recebeu qualquer comunicação sobre o assunto por parte da prefeitura”.

A empresa informou ainda que aguarda a convocação para assinar o contrato.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta