Polícia considera ligação entre ataques a ônibus em Uberlândia e ocorrências em unidades prisionais

Publicado em: 28 de abril de 2018

Segundo informações da PM, ordem para incêndio em coletivos teria saído de dentro do presídio

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

A Polícia Militar de Uberlândia, em Minas Gerais, está considerando que há ligação entre os ataques a ônibus da cidade e duas ocorrências registradas nos presídios do município. A Secretaria de Administração Prisional, porém, aguarda conclusão dos inquéritos para avaliar os casos.

O comandante da 9ª Região da Polícia Militar, coronel Cláudio Vitor, disse ao Diário de Uberlândia que as ordens de ataques teriam saído do presídio devido a uma ação no dia 19 de abril. Na data, a direção da unidade prisional determinou que as visitas aos presos ocorressem no pátio, para evitar comportamento inadequado, como prostituição.

“Houve a identificação de lideranças, que assim foram transferidas para o presídio de Francisco Sá, no Norte de Minas” – disse o comandante ao Diário de Uberlândia. Até o momento, quatro detentos estão em regime disciplinar diferenciado, por conta disso.

Segundo o coronel, em 20 de abril, um detento tentou agredir um agente na Penitenciária Pimenta da Veiga. O policial reagiu usando uma arma com bala de borracha e o preso foi internado no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia.

A Secretaria de Administração Prisional informou ao Diário de Uberlândia que ainda não é possível relacionar os ataques com os fatos ocorridos no sistema prisional. Segundo a secretaria, é preciso aguardar a conclusão das investigações que estão sendo realizadas pela Polícia Civil.

 “Na sexta-feira (22), houve uma revista de rotina na unidade. Realocações internas de presos fazem parte da rotina de gestão prisional e não configuram situações de anormalidade. Por fim, informamos que na Jacy de Assis, as visitas de parentes cadastrados são quinzenais e regulamentadas pelo Regulamento e Normas do Sistema Prisional de Minas Gerais (Renp)” – informou a Seap, em nota.

PRISÕES

Na noite desta quarta-feira, 25 de abril de 2018, mais dois ônibus foram incendiados em Uberlândia, Minas Gerais. Até esta quinta-feira, 26, a Polícia Militar prendeu cinco suspeitos e apreendeu três menores.

Dentre os suspeitos de envolvimento nos ataques, cinco já têm passagens pela Polícia. Um deles tem nove crimes no histórico, segundo informações da PM. As prisões ocorreram durante rastreamentos.

Relembre: Após mais dois ônibus incendiados em Uberlândia, PM prende suspeitos

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta