Após sexto caso de incêndio a ônibus em Uberlândia, Polícia Militar faz acompanhamento dos veículos

Publicado em: 25 de abril de 2018

Nesta terça-feira, foi registrado sexto incêndio a ônibus. Foto: Polícia Militar

Efetivo da PM foi reforçado com a intenção de evitar que os crimes ocorressem

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

No início da noite desta terça-feira, 24 de abril de 2018, mais um ônibus foi incendiado em Uberlândia, Minas Gerais. O caso foi o sexto ataque a ônibus nos últimos cinco dias e ocorreu em menos de 24 horas após o quinto registro.

Após a sucessão de ataques, a Polícia Militar reforçou o efetivo para fazer o acompanhamento dos veículos e evitar novos casos. Segundo informações do portal Hoje em Dia, o reforço começou a ser feito a partir desta quarta-feira, 25.

O último caso foi na Rua Líder, próximo ao número 600, no Bairro Laranjeiras, conforme informações do G1. Por segurança, as empresas de transporte público da cidade, junto ao Sindett (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Triângulo Mineiro), decidiram retirar parte da frota de circulação a partir das 20h.

Na noite desta terça-feira, alguns veículos atenderam os passageiros até 22h50, escoltados. Após esse horário, a operação foi totalmente interrompida. A circulação dos ônibus foi normalizada a partir das 5h desta quarta-feira, segundo informações das empresas.

HISTÓRICO

De sexta-feira, 20 de abril, até segunda-feira, 23 de abril, foram registrados cinco casos, além de uma estação de embarque e desembarque que foi danificada.

Um ônibus foi incendiado em Uberlândia, Minas Gerais, na noite de segunda-feira, 23 de abril de 2018. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o veículo operava no transporte coletivo e estava no Bairro Patrimônio no momento da ocorrência.

O ônibus fazia a linha Terminal Central ao Bairro Patrimônio e pertencia à empresa Autotrans. Os suspeitos teriam utilizado gasolina para atear fogo no coletivo, também conforme os Bombeiros.

No sábado, outro ônibus da viação Autotrans foi incendiado no bairro Santa Luzia, na zona sul da cidade. Segundo informações do Diário de Uberlândia, dois suspeitos ameaçaram o motorista e colocaram fogo no veículo. Ninguém ficou ferido e nada foi roubado.

Na madrugada do domingo, quatro suspeitos atearam fogo em dois ônibus da empresa São Miguel, que estavam na garagem. O local fica no bairro Marta Helena, na zona norte de Uberlândia. Na ocasião, foram lançados ao menos quatro coquetéis molotov nos veículos, o que causou explosões.

Na sexta-feira, 20 de abril, um ônibus do transporte público também foi incendiado. O crime ocorreu na Avenida Sílvio Rugani, no Bairro Tubalina, em Uberlândia. Na ocasião, os autores estavam armados e fizeram os passageiros descerem antes de colocar fogo no veículo. O coletivo era operado pela Viação Sorriso de Minas.

Em todos os ataques, ninguém ficou ferido. Relembre os casos: Uberlândia registra mais dois ataques a ônibus, em Minas Gerais

INVESTIGAÇÃO

Frente a esses casos, as polícias Civil e Militar, junto à Prefeitura e empresários de ônibus da cidade, reuniram-se nesta terça-feira, 24 de abril, para montar estratégias que possibilitem a solução dos crimes.

Relembre: Força-tarefa investiga incêndios em ônibus de Uberlândia

INCÊNDIOS NA REGIÃO METROPOLITANA

O Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte) afirmou que não tem dinheiro para repor os ônibus que foram incendiados na capital e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Segundo o sindicato, um ônibus convencional queimado representa um prejuízo de R$ 400 mil. O sindicato informou que não há seguro para esse tipo de crime.

Leia mais em Sindicato das Empresas afirma que não tem dinheiro para repor ônibus incendiados em Belo Horizonte

Leia também: Sobe para oito o número de ônibus incendiados na Região Metropolitana de Belo Horizonte

Relembre: Belo Horizonte tem mais um ônibus queimado na Região Metropolitana

Comentários

Deixe uma resposta