Força-tarefa investiga incêndios em ônibus de Uberlândia

Publicado em: 24 de abril de 2018

Quatro casos foram registrados

Foram registrados cinco ataques a coletivos da cidade mineira, nos últimos quatro dias

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

Uma força-tarefa foi designada para investigar os incêndios a ônibus que ocorreram em Uberlândia, Minas Gerais. De sexta-feira, 20 de abril, até segunda-feira, 23 de abril, foram registrados cinco casos, além de uma estação de embarque e desembarque que foi danificada.

Frente a esses casos, as polícias Civil e Militar, junto à Prefeitura e empresários de ônibus da cidade, reuniram-se nesta terça-feira, 24 de abril, para montar estratégias que possibilitem a solução dos crimes.

Os ônibus urbanos de Uberlândia são monitorados por GPS. Uma das propostas transferir o sinal do Terminal Central para a Central de Operações da Polícia Militar. Neste caso, a Polícia Militar vai ficar responsável por monitorar qualquer situação de anormalidade durante o trajeto das linhas.

Outra proposta foi instalar um botão de pânico dentro do coletivo. Ao acionar o equipamento, um sinal de perigo é enviado para a central da PM, que pode enviar uma viatura para o local da ocorrência.

“De acordo com as informações recebidas nas ocorrências, tentamos moldar o perfil dessas pessoas que estão praticando os crimes. A força-tarefa de cada órgão vai coletar todas as informações possíveis e concentrar para que fique mais fácil a prisão dos autores” – disse o major da Polícia Militar Rodrigo Brasil, ao G1.

HISTÓRICO

Um ônibus foi incendiado em Uberlândia, Minas Gerais, na noite de segunda-feira, 23 de abril de 2018. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o veículo operava no transporte coletivo e estava no Bairro Patrimônio no momento da ocorrência.

O ônibus fazia a linha Terminal Central ao Bairro Patrimônio e pertencia à empresa Autotrans. Os suspeitos teriam utilizado gasolina para atear fogo no coletivo, também conforme os Bombeiros.

No sábado, outro ônibus da viação Autotrans foi incendiado no bairro Santa Luzia, na zona sul da cidade. Segundo informações do Diário de Uberlândia, dois suspeitos ameaçaram o motorista e colocaram fogo no veículo. Ninguém ficou ferido e nada foi roubado.

Na madrugada do domingo, quatro suspeitos atearam fogo em um ônibus da empresa São Miguel, que estava na garagem, que fica no bairro Marta Helena, na zona norte de Uberlândia. Na ocasião, foram lançados ao menos quatro coquetéis molotov no veículo, o que causou explosões.

Na sexta-feira, 20 de abril, um ônibus do transporte público também foi incendiado. O crime ocorreu na Avenida Sílvio Rugani, no Bairro Tubalina, em Uberlândia. Na ocasião, os autores estavam armados e fizeram os passageiros descerem antes de colocar fogo no veículo. O coletivo era operado pela Viação Sorriso de Minas.

Em todos os ataques, ninguém ficou ferido. Relembre os casos: Uberlândia registra mais dois ataques a ônibus, em Minas Gerais

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta