Campo Bom, no Rio Grande do Sul, pode ter redução no valor da passagem de ônibus

Tarifa pode passar de R$ 3,55 para R$ 3,30.

Proposta precisa passar pela Câmara de Vereadores para entrar em vigor no município

JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE

O valor da passagem dos ônibus municipais de Campo Bom, no Rio Grande do Sul, pode ter uma redução. A proposta apresentada nesta semana, durante uma reunião com o prefeito, Luciano Orsi, indica que a tarifa pode passar de R$ 3,55 para R$ 3,30.

O prefeito, junto ao Chefe de Gabinete Tiago Vargas, participou de uma reunião com o presidente do Consórcio Coletivo Campo Bom, Antônio Carlos da Silva, o Tonho e o gerente da Stadtbus, Fabrício Narcizo. A conversa, acompanhada pelo Jornal A Gazeta, resultou em um acordo, no qual a tarifa seria reduzida.

Segundo o Prefeito, para viabilizar a redução da tarifa, um projeto será enviado à Câmara de Vereadores para isentar o Consórcio de pagar ISS. Desta forma, o município faria o subsídio de 50% do valor da passagem para idosos e pessoas com deficiência.

Outro item do acordo com a ampliação de 10 para 15 anos do prazo para renovação da frota de ônibus. Na quinta-feira, 19 de abril, a proposta passou pelo Conselho Municipal dos Transportes Públicos Urbanos que deu aval positivo às medidas, por unanimidade.

“Chegamos a um acordo e isso nos deixou satisfeitos. Sempre trabalhamos pensando em uma solução viável para todos os lados e principalmente no melhor para os usuários de ônibus. Campo Bom é a primeira cidade que baixa as suas tarifas” – disse Luciano Orsi ao veículo de comunicação.

Em 2017, o Consórcio Coletivo Campo Bom mostrou uma planilha à Prefeitura com os custos da empresa. Os dados justificariam um aumento de R$ 0,67, sugerindo que o valor da tarifa passe de R$ 3,55 para R$ 4,22.

Com a nova conversa, o valor acordado será 22% menor do que o solicitado inicialmente. Segundo o Jornal A Gazeta, o assunto será discutido no Conselho Municipal de Trânsito e passará pela Câmara de Vereadores para que a redução da tarifa entre em vigor.

Com o reajuste, a prefeitura economizaria R$ 188 mil por ano em vale-transporte de funcionários da administração municipal, conforme informações da administração municipal.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta